Quem você escolheria? Confira dez possíveis substitutos para Diego Alves

Diego Alves se recusou a ficar no banco de reservas, discutiu com Dorival Júnior e criou um tremendo mal-estar com todos dentro do Flamengo. Isso pode fazer com o que o goleiro seja negociado ao fim da temporada, principalmente se o treinador for mantido. Eduardo Maluf, empresário do jogador, já busca outras opções de clubes para o atleta, principalmente no exterior.

Sendo assim, pode ser que o Fla tenha que ir ao mercado para contratar um novo goleiro, que chegue para assumir a titularidade, já que, com exceção de César, todos os outros da posição no elenco são muito jovens. Diante desse cenário, o portal ‘Coluna do Flamengo’ listou dez nomes que poderiam entrar no radar da diretoria rubro-negra, para uma possível negociação, e futura chegada ao clube.

Tiago Volpi (Querétaro-MEX) — Pouco conhecido no Brasil, o goleiro de 27 anos se tornou referência no México e, inclusive, convive com pedidos para se naturalizar mexicano e defender a seleção local. No entanto, o sonho do atleta ex-Figueirense é a Amarelinha. Por isso, quer retornar ao país. Tem contrato até maio de 2020 e valor de mercado estimado em 3 milhões de euros (cerca de R$ 12,8 milhões).

Fernando Prass (Palmeiras) — Mesmo aos 40 anos, o goleiro considera estar no auge da forma física. Apesar de ídolo, foi reserva durante toda a temporada no Palmeiras. O veterano tem contrato terminando no fim desse ano e ainda não foi procurado para uma renovação. O jogador ex-Vasco descarta a opção de aposentadoria no final da temporada.

Jaílson (Palmeiras) — A exemplo de Prass, é outro veterano. Já com 37 anos, o goleiro também ocupa a reserva do Palmeiras, dando lugar a Weverton. Tem contrato acabando no fim do ano e ainda não sabe se irá renovar. Apareceu bem em 2016, quando foi campeão brasileiro pela equipe paulista e eleito o melhor da posição.

Vanderlei (Santos) — Tem contrato com o Santos até o fim de 2020, mas pode ser negociado em caso de uma boa proposta. A diretoria estima R$ 30 milhões como um valor justo para a venda do atleta. Atualmente com 34 anos, foi eleito o melhor goleiro do Brasileirão de 2017. O São Paulo estaria de olho no jogador.

Marcelo Grohe (Grêmio) — Ídolo do Grêmio, o goleiro de 31 anos possui contrato até o fim de 2020. Para transferências no Brasil, tem multa rescisória girando em torno de R$ 50 milhões. Já chegou a ser sondado por times da Europa, mas poderia buscar uma troca interna, principalmente caso Renato Gaúcho saia. Por uma fratura na costela, só volta a jogar no próximo ano. Seria provavelmente a negociação mais complexa.

Jandrei (Chapecoense) — Um dos mais jovens da lista, o goleiro de 25 anos é titular da Chape há quase duas temporadas. Possui contrato até o fim de 2021. Em julho deste ano, chamou a atenção do futebol europeu e chegou a encaminhar acordo com a Sampdoria (ITA), pelo valor de R$ 11,3 milhões, mas acabou ficando na equipe catarinense.

Wiulker Fariñez (Millonarios-COL) — É uma das grandes promessas do futebol sul-americano. Com apenas 20 anos, é titular da seleção venezuelana e do Millonarios, campeão colombiano em 2017. Tem valor de mercado estimado em 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 10,7 milhões) e contrato até o final de 2020. Quando ainda estava no Caracas (VEN), teve seu nome ligado ao Benfica (POR).

Ochoa (Standard Liège-BEL) — Aos 33 anos, o goleiro da seleção mexicana possui contrato apenas até junho do próximo ano. Sendo assim, já pode assinar um pré-contrato com outra equipe em janeiro, ou ser negociado por um valor bem abaixo da multa, que é estimada em torno de 4 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões). Já chegou a ser especulado no Flamengo, em 2017.

Rafael Cabral (Sampdoria-ITA) — Em busca de mais minutos em campo, trocou de equipe na última janela, mas não adiantou. Sem jogar, o goleiro de 28 anos pode imaginar novamente um retorno ao Brasil, onde conquistou a Libertadores de 2011 pelo Santos. O contrato do atleta, que já passou pela seleção brasileira, é válido até junho de 2019. Tem valor de mercado estimando em 800 mil euros (cerca de R$ 3,4 milhões).

Diego Cavalieri (sem clube) — Desde que deixou o Fluminense, o atleta não conseguiu jogar. Foi contratado pelo Crystal Palace (ING), mas não entrou em campo. Ficou sem clube após o primeiro semestre e chegou a ser sondado pelo Manchester City (ING). Com 35 anos, o goleiro ex-Liverpool (ING) e seleção, pode estar em busca de um recomeço. Foi campeão brasileiro e eleito melhor goleiro em 2012, quando atuava pelo Tricolor.

Fala Nação! Caso Diego Alves seja negociado, quem você gostaria que o Flamengo contratasse? Deixe sua resposta nos comentários!

Retirado de: Coluna do Flamengo

58 COMENTÁRIOS

  1. Contratar!!!????
    César titular e Hugo e Thiago reservas.
    Gente sinceramente não precisa contratar
    não precisa contratar ninguém. Vcs ficam com essa palhaçadas daqui a pouco César Diana vai embora aí o Flamengo vai atrás.
    Fala Sério, não precisa contratar ninguém, apenas demitir o Diego Alves.

  2. Jogadores muito velhos pra jogar no Flamengo.
    Vamos investir na base muitos meninos bons.
    Não podemos errar mas nestes veteranos que
    Querem ser o dono do pedaço. Flamengo abra
    Seus olhos.

  3. Prefiro arriscar com a gurizada da casa. Provavelmente são torcedores, amam nosso mengão e não tem mimimi! Tem que acertar as laterais, posicionamento dos meias e os homens gols fazerem suas partes; mais, muito mais raça, o histórico do mengão é raça, muita raça! Estudem o mengão das antigas. Fio, Paulo Henrique, Onça, Marco Aurélio, Silva,
    Almir, só pra lembrar alguns jogadores que não eram tudo isso de técnica não, mais nos deram muitas alegrias na raça.

    • Raça e tradições tem verdade, todos os clubes de futebol do mundo tem que ter a mistura de experiência e juventude, mesmo que a garotada ganhe muitos títulos, tem que ter alguém pra ajudar a não cometer erros demais, entendo o seu lado, não existe fórmula mágica e nem bola de cristal infelizmente ainda, se um dia existir são outros quinhentos, não é verdade

    • Que a nova chefia do Flamengo faça fazendo de verdade uma grande gestão de títulos de expressão, de caráter, postura, financeiro, não roubar jamais, ser bruto na hora da cagada, cagada no sentido burrices em campo e fora dele, evitar merda em véspera de jogos decisivos, ter pulso firme e ser rígido, ter moral de vergonha na cara todos os jogadores e funcionários em geral, diretoria também acordem pra vida e boa sorte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here