Com um a menos, Fla vence o Santos nos pênaltis e se classifica para final da Copa do Brasil sub-17; assista os principais lances

Elenco sub-17 comemora classificação com a torcida (Foto: Marcos Faria / Ferj)

Com o pensamento em conquistar mais um título para as categorias de base, o sub-17 do Flamengo voltou a campo na tarde desta quarta-feira (22), pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, com o Santos. A primeira partida, disputada em Diadema, terminou empatada por 1 a 1.

Com mando do Fla, no estádio do Nova Iguaçu, o placar foi o mesmo do jogo anterior. Nos pênaltis, o goleiro Pedro Victor cresceu, defendeu dois pênaltis, e os Garotos do Ninho passaram à final, com o placar de 4 a 2.

Resumo do jogo

Diferente do duelo da última semana, o desta tarde começou agitado. Prova disso é que, logo aos dois minutos, Yuri Oliveira fez boa jogada pela esquerda e passou para Lázaro. Da entrada da área, o camisa 7 chutou rasteiro e obrigou o goleiro Breno a fazer boa defesa. No rebote, Yuri foi quem tentou, mas o impedimento já havia sido assinalado.

O Santos não demorou a responder. Aos sete minutos, em contra-ataque rápido, o atacante Yuri Alberto, figura corriqueira em jogos da categoria profissional, teve a oportunidade de ficar no 1 contra 1 com defensor rubro-negro, limpou para a direita e chutou forte. A bola explodiu no travessão.

Depois das duas grandes chances, as duas equipes seguiram tentando. Porém, apesar do esforço, a precisão nas finalizações deixava a desejar. O Fla, por exemplo, tentou com Daniel Cabral e Reinier em chutes de fora da área. Contudo, ambos foram por cima da meta. Do lado do Peixe, Alisson foi um dos que tentou em finalização longa. Além dele, o meia Lucas teve boa oportunidade em cobrança de falta, mas bateu na barreira.

A primeira etapa, que foi até os 48 minutos, ficou marcada pelo empenho e equilíbrio, mas sem que nenhuma equipe exigisse defesas de alto grau de dificuldade.

Na etapa complementar, o Santos foi quem iniciou tomando a atitude. Em arrancada pela esquerda, Yuri Alberto se livrou da zaga e cruzou rasteiro. Porém, o zagueiro Nathan cortou para escanteio e afastou o perigo.

Pouco depois, aos dois minutos, Reinier fez tabela com Daniel Cabral e arrancou. O camisa 10 teve chegou à área desequilibrado e, ao tentar driblar o goleiro, acabou sendo desarmado.

Na resposta santista, não teve perdão. Yuri Alberto, melhor jogador do Santos até então, deixou dois marcadores para trás e, da entrada da área, teve frieza para escolher o canto e mandar rasteiro, sem chance de defesa para o goleiro Pedro Victor, aos quatro minutos.

Aos 10 minutos, o Flamengo promoveu duas alterações para tentar igualar o marcador. O lateral esquerdo Ramon foi acionado no lugar de Ítalo, e Luis Gustavo, no lugar de Rhyan. E a alteração deu resultado.

Sem conseguir criar grandes chances, o Fla teve a oportunidade em escanteio, aos 22 minutos. Em cruzamento vindo do lado direito, Luis Gustavo mostrou oportunismo para se jogar na bola e igualar o marcador no estádio de Nova Iguaçu. Assista o gol abaixo:

O gol de empate animou o Flamengo. Prova disso é que, aos 23, Luis Gustavo acionou Reinier na entrada da área. O camisa 10 limpou para a perna direita e bateu forte. Entretanto, o goleiro Breno conseguiu boa defesa e impediu a virada rubro-negra.

Aos 28 minutos de jogo, porém, os atletas se envolveram em confusão após atleta santista simular pênalti. Em meio a isso, o lateral Braian, do Flamengo, acertou o rosto de jogador adversário e recebeu cartão vermelho direto, fazendo o time ficar com um a menos.

Mesmo com um a menos para a equipe da casa, a partida seguiu equilibrada, com chances para os dois lados. Apesar disso, o embate chegou ao apito final com o placar de 1 a 1 e foi decidido nos pênaltis.

Nas penalidades, Pedro Victor garantiu a classificação do Flamengo para a final da competição ao defender dois pênaltis (assista abaixo). Agora, o Fla se prepara para encarar o Fluminense na decisão do torneio.

Retirado de: Coluna do Flamengo