Na véspera das eleições do Flamengo, saiba quem são todos os alvos de situação e oposição

Candidatos se movimentam nos bastidores para não perderem tempo no mercado e têm conversas em andamento

A um dia da eleição que definirá o presidente rubro-negro nos próximos três anos (2019-2021), o futebol do Flamengo vive alguns dias de indefinições. As duas principais chapas se movimentam nos bastidores e estão atentas ao mercado da bola. No entanto, ainda sem a caneta, aguardam o resultado do pleito para avançar e fechar negociações.

Há situações bem encaminhadas. E antes do anúncio de qualquer jogador, a primeira definição, certamente, será a de treinador.

Confira abaixo um “resumão” com todas as informações:

Abel é favorito, mas situação avalia Dorival

Abel Braga gesticula durante o Fla-Flu (Foto: Nelson Perez/Fluminense)

Abel Braga desponta como favorito para assumir o cargo. O treinador conversou com membros das chapas de Ricardo Lomba e Rodolfo Landim e tem conversas avançadas com o candidato da oposição. O nome também agrada a situação, o que leva a crer que ele será o técnico do Flamengo em 2019. Há no grupo de Lomba quem defenda a continuidade de Dorival Junior.

Abel recusou proposta do Santos à espera do Flamengo. Durante a semana, o Vasco debateu internamente a vontade de ter Abel Braga para o ano que vem em substituição a Alberto Valentim. E fez chegar a Abelão quase um apelo emocional para tentar a contratação, mas a coisa não andou. O técnico prioriza o Rubro-Negro e aguarda o resultado das eleições.

Conversas avançadas com Rodriguinho

Rodriguinho em ação pelo Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

Quem tem acordo avançado é Rodriguinho. As duas chapas negociam para ter o ex-jogador do Corinthians, que não deve ficar no Pyramids FC, do Egito. O investimento seria de US$ 4 milhões, e as partes já discutem a forma de parcelamento. Bruno Henrique, do Santos, também é monitorado pelos dois grupos.

Enquete: Você gostaria de ver Rodriguinho no Flamengo? Clique aqui e vote!

Situação monitora Rodrigo Caio e Pablo

Pablo em ação pelo Atlético-PR (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)

Mesmo com a permanência indefinida, Dorival vem sendo consultado sobre o planejamento para 2019. Deu aval, por exemplo, para a contratação de Rodrigo Caio. O jogador não deve permanecer no Morumbi. O nome agrada à diretoria, que monitora o zagueiro do São Paulo e aguarda as eleições para avançar.

Situação semelhante à de Pablo. O Flamengo entrou em contato com o Atlético-PR, sinalizou interesse e estuda oferecer entre 5 e 7 milhões de euros pelo atacante.

Fora de campo

Além de Abel Braga, membros da chapa de oposição conversaram com Alessandro, executivo do Corinthians. No entanto, de certo, até o momento, apenas a volta de Gabriel Skinner, que trabalhou no clube no primeiro triênio de Eduardo Bandeira.

Retirado de: Globo Esporte