Flamengo muda política de ingressos e até Bandeira recebe carinho; assista

O Flamengo marcou sua estreia no Campeonato Carioca vencendo o Bangu no Maracanã. O placar de 2 a 1 foi construído após o time sair perdendo diante de quase 44 mil torcedores pagantes. Se por um lado a renda bruta da partida ficou em R$ 1.067.172,00, quando feito os descontos necessários, esse valor cai para R$ 13.684,90. Todavia, o público presente ao estádio aprovou o placar e os valores adotados.

Com ingressos custando R$ 40,00 (inteira) para o público geral (não sócio), aqueles que são sócios e os que não são puderam fazer uma linda festa no Maraca. Até mesmo o agora ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello recebeu afagos de parte dos torcedores presentes.

Torcedores fazem fila para tirar foto com Bandeira:

A situação realmente é bastante diferente para o ex-mandatário do que em outros anos. Em 2014, por exemplo, em estreia contra o Audax, Bandeira de Mello foi alvo de protestos por parte de um grupo de torcedores por conta do preço dos ingressos. Na época, o ingresso para público geral (não sócio) custou R$ 60,00 (inteira). Com a nova gestão, que não foi apoiada por Bandeira nas eleições, o ex-presidente não ouviu “Bandeira, presta atenção, mais respeito com a torcida do Mengão” e até foi tietado.

Ingressos mais acessíveis agradam ao torcedor de qualquer time. Com o Flamengo não é diferente. Enquanto puder manter os valores neste patamar, a diretoria rubro-negra vai permitir que haja festas como as vistas no último domingo (20). Todavia, nem sempre isso será possível.

Retirado de: Torcedores