Comentarista aponta reviravolta em negociação envolvendo Jorge

Lateral, que atualmente defende o Porto (POR), era um dos alvos da diretoria para a temporada, mas mudanças aconteceram durante a negociação

Jorge durante sua apresentação no Porto (Foto: Divulgação/Porto)

Um dos sonhos da diretoria do Flamengo para a temporada, o retorno de Jorge para a Gávea ficou mais distante de acontecer. Após noticiar a negociação que poderia ter como final o retorno do lateral ao Rubro-Negro, Paulo Vinicius Coelho, comentarista dos canais Fox Sports, revelou que as tratativas sofrerem uma reviravolta, e que o jogador não deve mais ser reforço dos cariocas para 2019.

“O Flamengo estava procurando o Jorge, e ele tinha interesse em jogar no Flamengo. Então houve uma discussão no staff do Jorge, que sinalizou que não queria mais vir. O Flamengo não gostou da história e parou a negociação. E quando o Jorge tentou retomar, não tinha mais negócio”, disse o comentarista.

Segundo Paulo Vinicius Coelho, a avaliação da diretoria rubro-negra é de que a lateral esquerda tem um dono na temporada: Renê. Mesmo assim, na avaliação de PVC, a tendência é de que siga a procura por um reserva imediato para a posição, muito por conta da incerteza sobre a permanência do peruano Miguel Trauco no elenco.

“O Flamengo hoje entente que não precisa de um lateral-esquerdo porque o Renê dá conta do recado. Essa é a avaliação da diretoria do Flamengo. A da arquibancada é outra. E como ela vai se convencer sobre o Renê? Se ele jogar bem. Mesmo assim o Trauco já pensou em sair. Se discutiu se ele poderia ser envolvido na negociação do Bruno Henrique ou não. Então precisa de uma lateral-esquerdo. Precisa também de um lateral-direito, que será o Rafinha”, concluiu.

O Flamengo acertou a venda de Jorge ao Monaco em janeiro de 2016, em acerto que rendeu 6,7 milhões dos 9 milhões de euros pagos pelos europeus. O jogador chegaria à Gávea para disputar posição justamente com Renê, que terminou a temporada de 2018 como melhor lateral-esquerdo do Campeonato Brasileiro.

Retirado de: Fox Sports