Comentarista fala em “melhores condições” e afirma: “Não fico falando força Flamengo”

Alojamento do Flamengo ficou destruído após o incêndio (Foto: Globo Esporte)

Após a tragédia que aconteceu no Centro de Treinamento do Flamengo, o ex-jogador e comentarista Neto usou um tom mais crítico para comentar o ocorrido em suas redes sociais. No início da noite desta sexta-feira (8 de fevereiro), ele publicou uma foto de atletas do clube e fez um desabafo.

“Muita gente fica publicando #ForçaFlamengo pra fazer média por aí. Que nada! Quem precisa de força são os familiares das 10 vítimas dessa tragédia absurda. O clube devia sim ter dado melhores condições para essa molecada. O resto é conversa fiada!”, escreveu o apresentador da TV Band em seu Instagram.

Em seu blog, ele também não poupou críticas:

“Ao contrário do que as pessoas estão publicando, eu não fico exaltando e falando #ForçaFlamengo. Até porque na minha visão o clube é o principal responsável pelo que aconteceu. Não estava com as normas de segurança corretas e sempre arriscou a vida da molecada.
Em outro trecho de seu desabafo, Neto fez um alerta:

“Verdade seja dita também que não é só o Flamengo que é desleixado com sua categoria de base e vive irregular com as normas. Muitos outros clubes só veem os meninos como mercadoria para uma venda futura. Ou seja, uma espécie de investimento. Isso precisa acabar. Se fosse a justiça brasileira ficaria mais atento esse caso para que tragédias como essa nunca volte a acontecer”.

Retirado de: UOL