Com salário acessível, zagueiro desejado pelo Flamengo poderá assinar um pré-contrato a partir de agosto

Gustavo Henrique durante treinamento do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Boa notícia para os clubes que procuram zagueiro: é enorme a chance de Gustavo Henrique deixar o Santos de graça em 31 de janeiro do ano que vem, quando se encerra o vínculo com o Peixe. O defensor, de 25 anos de idade, inclusive, já poderá assinar um pré-contrato com qualquer interessado a partir de 1º de agosto.

É possível que, diante dos microfones, o presidente santista José Carlos Peres adote um discurso mais otimista. Mas, a pessoas mais próximas, o dirigente praticamente já jogou a toalha em relação a uma possível extensão do contrato.

“O Santos não pode ter o custo de comprar um jogador que já é dele, formado inclusive nas categorias de base”, explica um membro do Comitê de Gestão do Peixe, lamentando a pedida feita por Gustavo Henrique. Como está perto de ficar livre, o zagueiro exige um prêmio pela assinatura do novo contrato.

Titular absoluto no time de Jorge Sampaoli, o zagueiro já havia chamado a atenção de Flamengo e São Paulo. O interesse rubro-negro se deu no mês passado, depois que não houve acordo para a compra de Dedé, do Cruzeiro, Léo Pereira, do Athletico Paranaense, e Miranda, da Inter de Milão.

Gustavo Henrique não tem aumento salarial desde 2016, mas, ainda assim, está entre os mais bem pagos do atual elenco alvinegro. Ele recebe cerca de R$ 270 mil por mês de salário. Tal valor é considerado acessível pelo time da Gávea.

Adaptado de: Yahoo