Com gol no finalzinho, Flamengo vence o Athletico Paranaense; assista

Renê em ação pelo Flamengo, no estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo enfrentou os reservas do Athletico Paranaense na tarde deste domingo (26), no Maracanã, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo atuando com os reservas, a equipe de Curitiba foi superior durante boa parte do jogo, mas o Rubro-Negro conseguiu virada impressionante nos minutos finais, com gol de Rodrigo Caio aos 51 minutos.

Os comandados de Abel Braga voltam a campo somente no próximo sábado (01), para enfrentar o Fortaleza, pela sétima rodada do Brasileirão. As duas equipes duelam a partir das 16h (horário de Brasília), no estádio Nilton Santos.

RESUMO DO JOGO:

O início da partida foi de muita intensidade por ambas as equipes. Precisando do resultado para conseguir uma recuperação no Brasileiro, o Flamengo foi quem teve a primeira boa chance do jogo, logo aos três minutos. Arão conseguiu o roubo de bola no meio de campo e lançou Bruno Henrique na área. O atacante arrematou, mas foi travado na ‘hora h’ pelo adversário.

O Athletico-PR respondeu aos 16 minutos, com Halter. O zagueiro chutou da pequena área após desvio de Marcelo Cirino, obrigando Diego Alves a realizar uma boa defesa.

Bruno Henrique voltou a assustar a equipe de Curitiba, aos 18. Márcio Azevedo saiu jogando errado na defesa, e a bola sobrou para o camisa 27 soltar uma bomba de fora da área. Santos mostrou técnica e fez milagre ao defender o chute do atacante rubro-negro.

O Fla até então pouco ameaçava em suas ações ofensivas, mas conseguiu sair na frente no Maracanã. Em novo erro na defesa adversária, Gabriel saiu na cara do gol, mas foi derrubado pelo goleiro Santos. Após análise do VAR, o pênalti foi confirmado, aos 30 minutos, e o próprio camisa 9 fez a cobrança e abriu o placar para o clube da Gávea.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Flamengo acabou encurralado pelo Athletico, que teve boa chance aos 46. Márcio Azevedo recebeu na linha de fundo e cruzou com perfeição para Erick, que cabeceou próximo da pequena área, mas Diego Alves voltou a fazer uma boa defesa, evitando o empate.

O clube carioca voltou com outra forma para a etapa complementar, recuou para tentar o segundo gol no contra-ataque e acabou pagando caro pela proposta de jogo adotada.

Aos 18 minutos, após pressão, os reservas do Athletico-PR conseguiram o empate. Em tabela entre Braian e Tomás Andrade, a bola foi cruzada rasteira na área e Cirino completou para o fundo da rede.

O segundo gol dos visitantes não demorou a acontecer. Após pênalti marcado em revisão do VAR, Marcelo Cirino venceu Diego Alves, e o Athletico chegou à virada.

O que parecia ser um fim de jogo trágico e melancólico para o Flamengo, se tornou uma virada impressionante. A equipe carioca acordou, tomou conta da partida, e conseguiu virar, após gols marcados por Bruno Henrique e Rodrigo Caio, ambos de cabeça, conquistando mais três pontos no Brasileirão.

Retirado de: Coluna do Fla