Após grave acusação de fraude, vice presidente do Flamengo afirma que clube irá processar jornalista; assista

Rodrigo Dunshee durante uma coletiva de imprensa (Foto: Raphael Zarko/Globo Esporte)

O Flamengo passou por dia conturbado nesta quarta-feira (29 de maio) após oficializar a saída do treinador Abel Braga. Em análise da mudança no comando técnico, o jornalista Rodrigo Viga, da Jovem Pan, acusou o Rubro-Negro de uma suposta lavagem de dinheiro, afirmando que o balanço contábil do clube “nunca condiz com a realidade”.

Através de seu perfil oficial no Twitter, Rodrigo Dunshee, vice geral e jurídico do Fla, declarou que irá processar o jornalista.

“Logicamente que esse cidadão será processado pelo Flamengo. Totalmente desinformado, irresponsável e gerador de fakenews“, disse Dunshee em reposta a um torcedor rubro-negro, prosseguindo em seguida:

“O Flamengo não tem pirâmide, lava jato ou contabilidade paralela. É um exemplo de clube, hoje auditado pela Ernest Young. Esse repórter da Jovem Pan será processado, assim como a empresa, que responde pelos atos do seu funcionário. Acho importante que vcs saibam disso“, completou.

CONFIRA ABAIXO A DECLARAÇÃO DE RODRIGO VIGA:

“Nunca é real, quando falam que é 40, na verdade é 30. Montaram um fundo, desde a época do Bandeira de Mello, que funcionava da seguinte forma: era um fundo paralelo e, se quisesse ser cotista desse fundo, você colocaria dinheiro, mas se coloca dinheiro em um fundo, você espera ter o retorno. Mas isso não aparecia no balanço contábil do Flamengo. Então é por isso que os números do clube são inflacionários, e garanto, nunca condizem com a realidade“, afirmou o jornalista durante transmissão da Jovem Pan.

Leia também:

Retirado de: Coluna do Flamengo