Diretoria do Flamengo estipula valor para negociar Trauco

Trauco em ação pelo Flamengo, no estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo, em vias de ter uma definição sobre as tratativas com Filipe Luís, poderá, em breve, definir também o futuro de Miguel Trauco. Após o vice-campeonato da Copa América e a boa atuação na goleada de 6 a 1 sobre o Goiás, os rumores sobre a saída do lateral-esquerdo aumentam.

O diário esportivo ‘Todo Sport‘, do Peru, afirma que o Rubro-Negro estaria pedindo 3 milhões de euros para liberar o jogador imediatamente – na cotação atual, tal quantia representa 12,67 milhões de reais.

Com contrato até o final de 2019, Trauco já pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe e se comprometer com outro clube a partir de 01 de janeiro de 2019. Brest (FRA), Mallorca (ESP) e Besiktas (TUR) já foram especulados como possíveis destinos do jogador. No entanto, para uma saída neste momento, o Flamengo pediria a compensação financeira.

No Mais Querido desde 2016, Trauco iniciou sua trajetória dando mostras de poder ofensivo, com bons passes, assistências e gols. Contudo, em 2017 e 2018, mesmo sendo titular absoluto na seleção peruana, caiu de produção no Rubro-Negro e alternou bons e maus momentos, inclusive como reserva de Renê. As deficiências defensivas foram decisivas para que o lateral perdesse a posição.

Apesar de reiterar seu desejo de continuar no Flamengo, a boa campanha na Copa América, que lhe serviu de vitrine, e a, até agora, falta de interesse do clube em renovar seu contrato, podem ser determinantes para os próximos meses de Trauco. Além disso, a busca por Filipe Luís irá, em caso de desfecho positivo, aumentar ainda mais a concorrência para o peruano, e seria mais um fator a pesar na balança.

Leia também:

Retirado de: Coluna do Fla