Flamengo é segundo clube no ranking de arrecadação; confira os valores

Entrada do Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Sousa/Flamengo)

Não é novidade que Flamengo e Palmeiras têm assumido o protagonismo no cenário do futebol nacional.

Ambos conseguem lucrar substancialmente em relação às demais equipes e, por consequência, realizam grandes investimentos na contratação de jogadores. De acordo com a Análise Econômico-financeira do Itaú BBA, o clube paulista superou o Rubro-Negro e assumiu a liderança do ranking de arrecadação.

Com R$ 654 milhões arrecadados em 2018, o Palmeiras se tornou o clube detentor da maior receita do futebol brasileiro. O clube da Gávea, por sua vez, aparece na segunda colocação do ranking, tendo arrecado no ano passado R$ 536 milhões. São Paulo, Corinthians e Grêmio fecham o top 5.

Veja os valores detalhados de Flamengo e Palmeiras:

Flamengo Palmeiras
Receitas R$ 536 Mi R$ 654 Mi
Geração de caixa R$ 154 Mi R$ 212 Mi
Dívida total R$ 418 Mi R$ 420 Mi
Direitos de TV R$ 222 Mi R$ 137 Mi
Publicidade e patrocínio R$ 90 Mi R$ 100 Mi
Transação de atletas R$ 57 Mi R$ 170 Mi
Bilheteria e sócio-torcedor R$ 93 Mi R$ 160 Mi

Dados da Análise Econômico-financeira do Itaú BBA – Dados de 2018.

Confira abaixo o top 5 das maiores receitas do futebol brasileiro:

  1. Palmeiras – R$ 654 milhões;
  2. Flamengo – R$ 536 milhões;
  3. São Paulo – R$ 399 milhões;
  4. Corinthians – R$ 389 milhões;
  5. Grêmio – R$ 381 milhões.

Focado nos embates decisivos pela frente, o Flamengo finalizou nesta terça-feira (16) a preparação para enfrentar o Athletico Paranaense, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Com o empate em 1 a 1 na Arena da Baixada, uma vitória mínima coloca o Rubro-Negro na semifinal da competição. As duas equipes duelam às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta (17), no Maracanã.

Leia também:

Retirado de: Coluna do Fla