Volante do Flamengo, abre o jogo, e revela que esteve muito perto de deixar o rubro-negro: “Estava quase tudo certo”

Cuellar em ação pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Dono da camisa 8 e muito querido pelos torcedores, Cuéllar é titular absoluto no meio-campo do Flamengo. Porém, nem sempre foi assim. Quando chegou, o colombiano foi preterido e deixado no banco por algum tempo.

Em entrevista à repórter Monique Danello, do Esporte Interativo, Cuéllar revelou que esteve prestes a deixar o Flamengo em 2017. Antes da partida contra o Santos, pela Copa do Brasil, ele já estava praticamente acertado com o Atletico Nacional. No entanto, sua atuação e o golaço que marcou deram uma sobrevida à sua permanência no Fla.

“Eu estive a ponto de sair. Lembro bem que antes do jogo contra o Santos a gente já tinha fechado quase tudo com o Atletico Nacional, que fez uma proposta boa para me repatriar. Mas depois da partida mudou tudo, porque fiz um belo gol e fui bem no jogo e o Flamengo não quis me liberar. Mas foi um momento difícil, porque eu voltei ao banco e não tive a sequência que achei”, disse o colombiano.

“Ainda não me sinto titular absoluto, porque tem um cara que disputa posição comigo (Piris da Motta) e é muito bom, da seleção paraguaia… eu sinto que estou competindo com ele pra ganhar minha vaga e tem outros jogadores da base brigando pela posição. Eu sou um jogador a mais que sempre tento me doar e dar o meu melhor para conquistarmos as metas que traçamos”, analisou.

Leia também:

Retirado de: Torcedores