Ao deixar hospital, Abel relembra morte de seu filho e fala sobre jogo do Fla na Libertadores; assista aos vídeos

Técnico está recuperado de ablação (cauterização do tecido que causa a arritmia cardíaca) e confirma que estará no banco diante do Peñarol pela Libertadores

Abel Braga gesticula para orientar jogadores do Flamengo, durante o clássico contra o Vasco (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Abel Braga recebeu alta, na tarde deste sábado, e deixou o Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Internado desde a madrugada de quinta-feira, após passar mal durante o clássico contra o Fluminense, o treinador passou por uma ablação (cauterização do tecido que causa a arritmia cardíaca) na última sexta-feira.

– É de espantar a quantidade de mensagens que recebi. Eu não mexo em rede social, então, foi pelo telefone mesmo. Agradeço a todos. Agora é voltar. Não tive a liberação para ir ao Maracanã no domingo, mas segunda-feira vou estar dando treino – anunciou um sorridente treinador na saída do hospital.

Leia também:

Abelão, então, voltará a trabalhar na segunda-feira no Ninho do Urubu. Dois dias depois, conforme disse, estará à beira do campo na partida contra o Peñarol, pela Libertadores, no Maracanã.

– Acha que vou perder isso? O Maracanã está com os ingressos todos vendidos! – completou o comandante.

Os médicos preferiam que Abel voltasse a trabalhar na terça-feira. Desta forma, o Rubro-Negro não terá seu técnico diante do Vasco neste domingo, às 16h, na decisão da Taça Rio, partida na qual a maioria dos titulares não estará em campo.

O médico Eduardo Saad, após a cirurgia, disse que Abel voltará a trabalhar com alguns cuidados no pós-operatório. O coordenador do serviço de arritmias e estimulação cardíaca do Hospital Pró-Cardíaco explicou:

– Não vejo razão para que não possa desempenhar sua profissão. O objetivo não é criar restrição, mas tirar esse problema definitivamente. O Abel vai ter toda capacidade de voltar sem restrição. O que recomendamos é cuidado com o acesso às virilhas. São cinco dias sem fazer esforço como caminhadas longas, subir escada, pegar peso. Mas pode sair de casa. É cuidado com excesso de carga.

Texto retirado de: Globo Esporte | Vídeos: Fred Huber