Devido a prazo de inscrição de jogadores na Copa do Brasil, dirigentes do Flamengo precisam correr contra o tempo

Taça da Copa do Brasil (Foto: Tayrane Corrêa)

O Flamengo demonstra postura ousada na janela de transferências, cogitando fazer grandes esforços financeiros para trazer novos atletas ao plantel.

No entanto, até então, apenas a contratação do lateral Rafinha foi concretizada, e o Rubro-Negro fica com tempo cada vez mais curto para registrar atletas, de forma que eles possam representar o clube na disputa da Copa do Brasil, uma vez que esse prazo vai até a próxima terça-feira (09).



A CBF detalha, no artigo 6 do Capítulo III do Regulamento Específico da Competição Copa do Brasil 2019, em relação ao prazo: “Somente poderão ser relacionados na Copa os atletas que tenham sido publicados pela DRTL no BID até o último dia útil que anteceder a cada partida”. Na sequência, em parágrafo único, o documento também indica o procedimento em relação às novas contratações: “Contratos de novos atletas para utilização na Copa deverão estar publicados no BID até o último dia útil anterior ao início da Fase de Quartas-de-Final”.

Capitulo III do regulamento da competição nacional (Foto: Reprodução/CBF)

Sendo assim, considerando que o Flamengo tem jogo pela competição já no dia 10 de julho, contra o Athletico Paranaense, o dia antecedente à partida será o último para que as duas equipes registrem suas novas contratações, a tempo de que elas disputem o mata-mata mais desejado do país. Desta forma, mesmo que outro atleta seja contratado e regularizado a partir do dia do embate ante o Athletico, ele só poderá ser utilizado no Brasileirão e na Libertadores.

Retirado de: Coluna do Fla

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here