Flamengo da Era Jorge Jesus foi vazado em todos os jogos, mas segue invicto

Diego Alves durante treinamento no Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo completou a quarta partida sob o comando de Jorge Jesus no último domingo (21), no confronto com Corinthians, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O empate em 1 x 1 foi o terceiro do treinador português que, embora invicto à frente da equipe, viu seu time ser vazado em todos os jogos.

Jorge Jesus esteve à beira do gramado pela primeira vez no empate também em 1 a 1 pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o time sofreu com as bolas longas do Athletco-PR ao executar a marcação alta proposta pelo ‘Mister’. O Flamengo teve forças para empatar, mas levou o gol em jogada de bola parada, com erro de marcação em escanteio.

Na goleada de 6 x 1 sobre o Goiás, no Maracanã, pelo Brasileiro, a forte pressão de um time compactado e com linhas altas funcionou, apesar da falha individual de Rodrigo Caio que acarretou o gol do time goiano. Com paciência, o Rubro-Negro encaixou as jogadas no fim do primeiro tempo e, com grande atuação de Arrascaeta, autor de 3 gols, foi para o intervalo com a partida resolvida.

No jogo de volta da Copa do Brasil, o Mais Querido sofreu o gol de empate – em novo 1 a 1 com o Athletico-PR, que culminou com os pênaltis e a eliminação – em jogada de profundidade, às costas de Rafinha, enquanto que diante do Corinthians o gol saiu em um contra ataque que resultou em pênalti, assinalado após infração de Berrio, que voltava para ajudar na marcação, mas derrubou Vagner Love.

A média de 1 gol sofrido por jogo pode desagradar aos torcedores, embora o tempo de treinamento de Jorge Jesus para implantar suas ideias seja ainda muito curto. As duras críticas ao técnico Abel Braga, que abria mão de propor o jogo e atuava com dois volantes, eram baseadas no alto índice de gols sofridos pela equipe e custaram o emprego do técnico. Marcelo Salles, o ‘Fera’, teve êxito em seu comando interino de quatro jogos, ao não levar gols, antes de passar o bastão para o ‘Mister’.

O time volta a atuar nesta quarta-feira (24), pelas oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec, no Equador, e Jorge Jesus fará sua estreia na competição. Até lá, o tempo é ínfimo para corrigir as falhas, mas o treinador português – que gosta de um time avançado e mordendo no campo do adversário – precisa encontrar soluções para que, pela primeira vez desde sua chegada, a defesa não sofra gols.

Retirado de: Coluna do Fla