Tudo pelo Flamengo: Com a saída de Gustavo Cuellar, zagueiro Rodrigo Caio se coloca à disposição para atuar como volante

Rodrigo Caio e Gabigol durante treinamento no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O zagueiro Rodrigo Caio foi a primeira contratação do Flamengo com a nova gestão. O atleta chegou ao Fla sob desconfiança, após temporada com poucas oportunidades no time do São Paulo.

No Mais Querido, porém, ele voltou a esbanjar qualidade, não a toa, voltou a ser cotado pela seleção brasileira. Identificado com a torcida e a vontade no clube, o jogador não descarta a possibilidade de mudar de posição, caso seja necessário para ajudar o clube.

Leia também:

A questão surgiu em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira (30), no Ninho do Urubu. Com a saída de Gustavo Cuéllar prestes a ser confirmada, o Flamengo passará a ter uma lacuna na posição de primeiro volante, que Rodrigo Caio já desempenhou em outros momentos na carreira. Ao falar sobre a possibilidade, o atleta afirmou que ainda não conversou com isso pessoas do clube e demonstrou confiança nas peças que a equipe tem para suprir a saída de Cuéllar, mas se colocou à disposição para atuar mais avançado.

– Não tive nenhuma conversa sobre isso (jogar como volante). Já joguei há um tempo atrás, mas não jogo de volante tem tempo. Pela qualidade dos atletas que temos, não vejo necessidade. O Arão jogou ali já, tem o Vinicius, que subiu (da base) e faz a posição. Claro que se precisar vou tentar ajudar da melhor forma o Flamengo. Isso para mim que é fundamental -, afirmou o jogador.

Titular absoluto desde que chegou ao Flamengo, Rodrigo Caio participou de 37 dos 47 jogos do Rubro-Negro no ano. A próxima oportunidade para o camisa 3 seguir mostrando seu potencial será no domingo (01), quando o Fla encara o Palmeiras, em duelo da 17ª rodada do Brasileirão. O embate está marcado para as 16h, no Maracanã.

Retirado de: Coluna do Fla