Jornalista detona Conmebol após nova denúncia contra o Flamengo: “Tentando prejudicar o Brasil outra vez”

Taça da Copa Libertadores da América (Foto: Divulgação/Conmebol)

O Flamengo pode sofrer nova punição na Libertadores, correndo o risco de não contar com Jorge Jesus na semifinal. A entidade abriu uma denúncia contra o clube por conta de quebra de protocolo no momento em que o treinador foi cumprimentar os jogadores na saída do vestiário. Em transmissão do programa “Expediente Futebol“, do canal FOX Sports, o jornalista Leandro Quesada detonou a postura da entidade sul-americana e relembrou casos polêmicos.

– O Sánchez, do Santos, pode jogar por um órgão ligado à Conmebol, que coloca na página que o jogador está livre para jogar e o Santos é prejudicado; o Gallardo (técnico do River Plate) não poderia ter descido para o vestiário e foi dar um tapa no cameraman que filmou que filmou ele indo para o vestiário no intervalo do jogo; o quebra-pau das torcidas em alguns jogos da Libertadores; o episódio Boca e River no estádio do Boca. Isso tudo aí pode, agora o cara cumprimentar cada um de seus jogadores é passível de punição, correndo o risco de ficar de fora do banco de reservas? Pelo amor de Deus -, disse Quesada, indo além ao afirmar que a denúncia acontece para prejudicar os times brasileiros:

Leia também:

– A Conmebol tem que começar a se preocupar com as coisas que realmente merecem algo para deixar grande ainda mais o nosso futebol. Isso é uma grande bobagem. Ou seja, já estão tentando preparar alguma coisa para prejudicar o Brasil outra vez. Daqui a pouco eles inventam alguma coisa para prejudicar o Grêmio também. Pode escrever -, completou.

O Flamengo enfrenta o Grêmio pelas semifinais da Libertadores, e as datas das partidas já foram definidas pela Conmebol. O jogo de ida acontece na Arena do Grêmio, no dia 02 de outubro, e o Rubro-Negro decide a vaga em casa, no Maracanã, no dia 23 do mesmo mês. Quem avançar, encara o vencedor entre River Plate x Boca Juniors na grande decisão do torneio continental.

Retirado de: Coluna do Fla