Diego Costa, Cristiano Ronaldo, Podolski … relembre 10 jogadores que já admitiram possuir o desejo de vestir a camisa do Flamengo

Diego Costa durante treinamento do Atlético de Madrid (Foto: EFE)

Nos últimos anos o Flamengo passou por uma profunda reestruturação e atualmente, o tima carioca consegue contratar diversos jogadores do mais alto nível do futebol nacional e internacional. Aliado ao aspecto financeiro, a paixão da maior torcida do mundo também chama a atenção de diversos jogadores.

Alguns desses jogadores, inclusive, já admitiram, publicamente, possuir o desejo de vestir a camisa o Manto Sagrado.

Leia também:

Confira abaixo a lista com os 10 principais jogadores que já falaram sobre o Mengão:

Diego Costa

(Foto: Twitter/Raisa Simplicio)

Em 2017, o jogador hispano-brasileiro esteve no Maracanã para assistir à semifinal da Copa do Brasil entre Flamengo e Botafogo, e rasgou elogios à torcida rubro-negra. No dia seguinte ao confronto, o atacante foi flagrado dormindo com o manto vermelho e preto durante um voo. Nesta segunda, Diego Costa falou da possibilidade em vestir vermelho e preto, em entrevista ao canal ‘Partidazzo’:

“Eu tenho uma vontade de jogar no Brasil porque nunca joguei, então eu tenho essa vontade e esse sonho. E clubes como o Flamengo, se chegar o momento e você tiver essa possibilidade, você não vai dizer não”.

Arturo Vidal

“Eu amo o futebol brasileiro e gostaria de jogar naquele país algum dia. Gostaria de jogar no Flamengo, que é um time de apaixonados como eu, que tem uma grande torcida, que ama o futebol como eu”, declarou o Vidal, em entrevista recentemente à “DirectTV”.

Neymar

O craque nunca escondeu o desejo de vestir a camisa do Flamengo. “Eu tenho muita vontade de jogar pelo Flamengo, Maracanã lotado, Libertadores”, disse o jogador em 2017, ao “Esporte Interativo”. E neste ano, em entrevista à Benjamin Back, pela “Fox”, o camisa 10 do PSG voltou a falar sobre o assunto. “Eu sempre falei do Flamengo, né. Não sei, acho que foi pela torcida, que eu joguei contra uma vez. Acho que pelo clube, uma certa vontade de sentir como é ser jogador do Flamengo”, disse.

Lukas Podolski

Durante a Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil, a seleção alemã não só utilizou uma camisa rubro-negra como segundo uniforme, como desenvolveu uma relação com o Flamengo – da qual Podolski tornou-se o maior porta-voz. Entre entrevistas, declarações e posts em redes sociais, o jogador afirmou e reafirmou que adoraria atuar pelo Fla.

Robinho

(Foto: Wagner Meier/ LANCE!Press)

Os rumores envolvendo Robinho e Flamengo, ao longo dos anos, não saíram do papel, mas não foi por falta de interesse do jogador. Em entrevista ao canal “Desimpedidos”, em 2017, o atacante declarou que “jogaria sem dúvidas” no time carioca.

Pato

(Foto: Paulo Pinto/SaoPaulofc.net)

Quando ainda atuava na China, em março de 2018, antes de retornar ao Brasil para a sua segunda passagem no São Paulo, Pato comentou a possibilidade de jogar no clube carioca: “Eu adoro muito o Rio de Janeiro. A cidade é maravilhosa. No futebol você não sabe, mas quem sabe? A torcida me atrai, o clima do Flamengo”.

Cristiano Ronaldo

(Foto: AFP)

Em 2015, em seu sexto ano no Real Madrid, Cristiano Ronaldo concedeu entrevista à Revista ‘Istoé’. Na oportunidade, a estrela do futebol mundial citou o Rubro-negro. “Corinthians e Flamengo são clubes conhecidos e que vestiria a camisa tranquilamente”, disse.

Rafinha e Thiago Alcântara

Nascida no Rio de Janeiro, a dupla de irmãos sempre declarou a torcida pelo Rubro-negro carioca. Em entrevista ao jornalista Marcelo Bechler, Rafinha, o irmão mais novo, falou sobre o sentimento pelo clube: “Nunca escondi que eu sou flamenguista. Entrei no Maracanã de mãos dadas com Julio Cesar quando tinha oito anos de idade. Eu vi aquela torcida e fiquei fascinado. Um dos meus sonhos é algum dia poder vestir a camisa do Flamengo”.

Thiago Maia

(Foto: Patrick Hertzog/AFP)

No início do ano, o volante do Lille-FRA reagiu muito positivamente às especulações ligando seu nome ao Flamengo. O jogador revelou ser torcedor rubro-negro e não escondeu o desejo de vestir a camisa do clube carioca: “Ficarei muito feliz se isso realmente acontecer. Tomara que acabe logo essa novela que já está se estendendo por muito tempo. Meus pais são flamenguistas, eu sou flamenguista”, declarou o volante, que acabou ficando na Europa.