Botafogo vence julgamento contra o volante Willian Arão, e o jogador do Flamengo pode voltar a ter direitos ligados à equipe alvinegra; entenda

Willian Arão em ação pelo Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Tribunal Superior do Trabalho votou, nesta quinta-feira (26), o caso do volante Willian Arão com seu ex-clube, o Botafogo. O impasse, de aproximadamente três anos, foi analisado neste primeiro julgamento da última instância. A vitória do Alvingero nos tribunais foi por unanimidade e o jurídico do clube confia na recuperação dos direitos federativos do atleta.

Apesar desta vitória, o Botafogo sofreu duas derrotas anteriormente – na primeira e segunda instância no TRT. A votação desta quinta (26), porém, é para que o recurso principal seja liberado. Ou seja, os três ministros da 4ª turma do TST (Tribunal Superior do Trabalho) proveram o Agravo de Instrumento – análise prévia do processo para se analisar o mérito do Recurso de Revista.

Leia também:

O volante chegou ao Flamengo em 2016, após longo impasse com seu ex-clube. O contrato de Arão com o Botafogo previa renovação automática. No entanto, desejando sua transferência para o rival, o atleta devolveu os depósitos que garantiam a renovação de seu vínculo e a justiça entendeu que o contrato feria a nova resolução da Fifa – proibindo direitos econômicos de jogadores aos investidores.

Retirado de: Coluna do Fla