Ex-técnico do Flamengo, crítica o treinador Jorge Jesus: “Isto beira a falsidade”

Treinador Jorge Jesus durante uma partida do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Um dos principais nomes da história do Flamengo, o ex-jogador e técnico de futebol Paulo César Carpegiani elogia o trabalho do atual treinador da equipe, o português Jorge Jesus. Ele, porém, questiona o caráter de Jesus.

“Ele é um grande treinador. O que eu não gostei foi do que ocorreu quando da vinda dele. O fato de ter ido ver o Flamengo jogar já apalavrado com a diretoria enquanto o Abel [Braga] estava contratado foi muito ruim. É uma coisa de caráter. Isto beira a falsidade”, disse Carpegiani, na última segunda-feira (30 de setembro), ao jornalista José Alberto Andrade, do jornal Zero Hora.

Leia também:

Carpegiani refere-se à partida entre Flamengo e Atlético-MG, disputada em 18 de maio, em Belo Horizonte. Na época, o time fluminense era comandado por Abel Braga, que pediu demissão pouco mais de uma semana depois.

Para Carpegiani, quando Jesus fizer “qualquer tipo de crítica, tem que lembrar que sua postura não foi digna de alguém do seu naipe”.

Carpegiani era o treinador do Flamengo em 1981, quando conquistou o único título da equipe em uma Libertadores. Na noite de amanhã, o time enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, na disputa por uma vaga na final da competição continental.

Sobre o confronto, ele fez uma análise. “Pela campanha do Flamengo, no momento, ele pode ser apontado como favorito, mas o Grêmio é o time mais apropriado para enfrentá-lo”.

Para Carpegiani, “nenhuma outra equipe no Brasil tem possibilidades como o Grêmio de ganhar do Flamengo”. “Tem toque, rapidez e manutenção da posse de bola”.

Retirado de: UOL