Futebol brasileiro pode perder uma vaga na Copa Conmebol Libertadores da América

Taça da Copa Libertadores da América (Foto: Divulgação/Conmebol)

Os mexicanos podem voltar a participar da Libertadores em breve. Segundo o presidente-executivo da Liga MX, Enrique Bonilla, responsável pela organização do Campeonato Mexicano, há negociações abertas com a Conmebol para o regresso à competição.

“Tenho conversas abertas com o presidente Alejandro Domínguez”, afirmou Bonilla. As negociações devem ser aprofundadas ainda nesta semana, quando o presidente da Liga MX e o mandatário da Conmebol se encontrarem em reunião da Fifa.

Leia também:

Os mexicanos não disputam a Libertadores desde 2016. Os clubes resolveram abrir mão do torneio devido às mudanças de calendário da Conmebol e a insatisfação com a distribuição das vagas. Insatisfação essa que pode ser transferida para Brasil e Argentina.

Caso haja, de fato, um acordo para o retorno das equipes do México, Brasil e Argentina perderiam uma vaga cada. Atualmente, o Brasil tem sete vagas, sendo seis via Campeonato Brasileiro e uma via Copa do Brasil. Sendo assim, a tendência seria o G-6 do Brasileirão virar G-5.

Apesar da afirmação de Bonilla, a Conmebol tem um discurso diferente. A reportagem do site Torcedores entrou em contato com o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, que ao ser perguntado sobre a possibilidade se limitou a dizer que “não há nada”.

Vale lembrar, porém, que em 2018 já houve rumores para a volta dos mexicanos e a inclusão até de equipes da Major League Soccer. Entretanto as negociações não avançaram na época. Campeão da Copa do Brasil, o Athletico Paranaense é o primeiro brasileiro classificado para a Libertadores 2020.

Retirado de: Torcedores