Matemático revela probabilidade do Flamengo ser campeão, e dos demais cariocas serem rebaixados

Taça do Campeonato Brasileiro (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Na reta final do Brasileiro , as pretensões e os riscos de cada clube no campeonato ficam mais claras. E a matemática mostra em que estágio cada um está. A 12 rodadas do fim, a disputa mais acirrada é na parte inferior da tabela para permanecer na Série A. E três dos quatro cariocas aparecem por lá. A pior situação é do Fluminense, com 18% de risco de queda, após a derrota de virada para o Athletico, no Maracanã. No topo, o Flamengo continua com ampla vantagem para conquistar o título.

Ainda assim, a situação do tricolor é bem mais tranquila do que cinco times abaixo dele: Ceará (44%), CSA (51%), Cruzeiro (54%), Avaí (98%) e Chapecoense (98%). Pelos números e atuações, os dois times catarinenses dificilmente escaparão do rebaixamento.



Restarão duas vagas que outros nove times brigam para não ser deles. Inclusive Botafogo e Vasco. A derrota do Fluminense melhorou a situação do alvinegro, que agora tem 7% de risco de cair. Mas o time precisa fazer a parte dele e voltar a vencer no campeonato.

Pela matemática até o time de São Januário corre um mínimo risco (2%). Mas a equipe de Vanderlei Luxemburgo se apega ao 1% de chance de estar na Libertadores do ano que vem. Ele é o último da lista que conta com 10 times.

Até o momento, só os seis primeiros colocados têm vaga. Mais gente pode entrar mesmo fora dessas posições. Caso o Athletico, já classificado pela Copa do Brasil, termine entre os seis; e Flamengo ou Grêmio sejam campeões da Libertadores e também encerrem o Brasileiro no chamado G6.

Pelo título, a disputa está cristalina. Segundo os cálculos do site Infobola, do matemático Tristão Garcia, apenas Flamengo (93%), Palmeiras (4%) e Santos (3%).

Retirado de: O Globo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here