Treinador do Flamengo, Jorge Jesus abre o jogo sobre a situação do lateral Rafinha e do meia De Arrascaeta

Lateral Rafinha em ação pelo Flamengo (Foto: Marcelo Theobald/Agência O Globo)

Após vencer o Fluminense por 2 a 0, neste domingo (20), no Maracanã, o Flamengo terá desafio crucial contra o Grêmio de Renato Gaúcho, na quarta-feira (23), no Rio de Janeiro, pela semifinal da Copa Libertadores 2019. Sem poupar os titulares no Campeonato Brasileiro, Jorge Jesus terá alguns desfalques no confronto derradeiro da principal competição das Américas.

De Arrascaeta e Rafinha ainda não estão preparados para o duelo, segundo o treinador. Ambos titulares e essenciais no esquema da equipe, eles devem ficar no banco como opções, mas não como titulares desde o início.

Leia também:

“São jogadores que ainda não estão em condições de ajudar. Temos pouco tempo, três dias”, disse Jorge Jesus, que falou também sobre Filipe Luís, dando uma boa notícia aos torcedores:

Filipe Luís demonstrou que está pronto. Jogou uma hora bem e sem problemas. Era esse o teste que queríamos fazer.”

O treinador português atualizou as situações de Diego e Lincoln. O experiente meio-campista se machucou em partida das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Emelec, e passou esses últimos meses se recuperando. Para ele, ambos os atletas ainda não estão em condições de jogar uma partida de alto nível físico, pois ocorrem riscos de atrapalhar a recuperação.

“Diego é mais um caso de sucesso do DM do Flamengo. Recuperamos um atleta com uma lesão muito grave. Diego está à frente quase dois meses. Mas são jogos de risco e não são bons para dar ritmo de jogo. Mesmo caso do Lincoln, que ficou dois meses parado.”

“O resultado não facilitava para colocar um jogar com outro ritmo, que não teria o mesmo andamento que os outros jogadores. Vamos sentir quais serão os jogos que poderemos dar competição a Diego e Lincoln. Estão praticamente a treinar a 100% há apenas uma semana. Neste momento não há tempo para riscos.”

Retirado de: Torcedores