Ainda tem vaga? Atualmente na Europa, ex-meia do Flamengo recorda período no rubro-negro: “Melhor momento”

Escudo do Flamengo é exposto próximo a um dos gols, no gramado do Maracanã (Foto: Daniel Castelo Branco)

Em boa fase no Shakhtar Donetsk, líder com folga do Campeonato Ucraniano e provável dono de uma vaga na próxima Liga dos Campeões, o meia Alan Patrick voltou aos treinos na última quinta-feira, após o período de paralisação por causa da pandemia do coronavírus. Ele vive a expectativa pela volta dos jogos, e, apesar de longe, acompanha tudo o que acontece no Brasil. Em especial no Flamengo.

Foi pelo Flamengo que Alan Patrick, em sua própria avaliação, viveu o melhor momento da carreira, e também a fase mais artilheiro. Em 76 jogos, ele marcou 15 gols, alguns deles verdadeiras pinturas.

— Posso dizer que vivi o meu melhor momento com a camisa do Flamengo. A torcida me acolheu muito bem e consegui ajudar fazendo bons jogos. Foi marcante para mim. Me lembro bem de um gol que fiz contra o Botafogo. Recebi a sobra de um cruzamento que veio da direita e acabei finalizando forte de esquerda, que não é perna preferida. Foi o mais bonito pelo Flamengo e um dos mais bonitos da minha carreira – disse o meia.

Alan Patrick na época do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Alan Patrick, de 29 anos, chegou ao Flamengo na metade de 2015, emprestado pelo Shakhtar, e ficou até o fim de 2016. Ele tem contrato com a equipe ucraniana por mais duas temporadas, e comentou sobre como foi o processo de retomar as atividades.

— É claro que a saúde deve sempre ficar em primeiro lugar. O Shakhtar vem priorizando essa questão e o nosso retorno aos treinamentos vem sendo gradativo e respeitando todas as orientações das autoridades.

Retirado de: Globo Esporte

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here