Ex-atacante do Flamengo morre em acidente de moto; clube emite nota de pesar

19

O ex-atacante Diogo Corrêa de Oliveira, de 38 anos, morreu na noite da última quarta-feira (9), após ser vítima de um acidente em Maringá, no Paraná. Ele acumulou passagens por Flamengo, Santos, Grêmio Maringá, equipes do Japão, Suécia e Líbia.

De acordo com informações da CBN Maringá, Diogo trafegava em uma moto Yahama Fazer, no sentido bairro-centro, na Avenida Morangueira, no Jardim Tóquio, quando por motivos ainda desconhecidos, acabou colidindo violentamente contra um poste de energia. O ex-jogador sofreu traumatismo craniano e morreu ainda no local. O acidente ocorreu por volta das 23h30 e foi atendido pelo Corpo de Bombeiros.

Diogo

Flamengo emite nota de pesar

Em post realizado nesta manhã em suas redes sociais, o rubro-negro carioca lamentou o ocorrido, e se solidarizou com os familiares de Diogo, que teve uma passagem pelo clube da Gávea na temporada 2004.

Segundo informações do site Flaestatística, Diogo atuou pelo Flamengo entre fevereiro e junho de 2004, tendo marcado seis gols com a camisa do rubro-negro. O ex-jogador era natural de São Bernardo do Campo, cidade do interior de São Paulo.

Retirado de: Torcedores

19 COMENTÁRIOS

  1. Não lembro dele jogando pelo Flamengo.
    Sinceramente uma notícia muito triste.
    Meus sentimentos aos familiares.
    Descanse em paz filho de Deus.

  2. Impressionante. O cara não sabe o que aconteceu e já definiu que o homem bebeu ou se drogou. Vai encher o saco de outro, gente assim. Descanse em paz, Diogo. Te vi jogar e atuava com disposição.

  3. Assis santos seja mais humano nunca julgue sem saber a razão eu nunca ingerir bebida alcoólica e nem sou depende químicos e já sofri acidente vamos respeitar a perda da família ore pra Deus abençoar vc e toda sua família e nós todos também em vez de fazer comentários sem lógica essa é a minha humilde opinião que Deus conforte os familiares de Diogo e boa tarde nação rubro Negra

  4. Que isso… teve um início meteórico no Flamengo! Jogava demais! Lembro dele com a número 8… que triste. Que Deus console os familiares.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here