Flamengo supera desfalques, e abre vantagem na Copa do Brasil

7
Taça da Copa do Brasil (Foto: Tayrane Corrêa)

Em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil, um Flamengo desfalcado de muitos jogadores importantes não teve muita dificuldade para vencer o Coritiba por 1 a 0. Com gol de Muniz, os cariocas abriram vantagem no duelo de hoje (10) no Couto Pereira. As equipes definem a vaga na próxima quarta-feira, às 21h30.

A vitória dos visitantes foi construída até com certa facilidade, visto que os donos da casa praticamente abdicaram do ataque e deram todo o campo necessário para o Fla jogar, embora tenham tentado sair um pouco mais na etapa final.

Com um pé nas oitavas, o Rubro-negro volta as atenções para o Brasileiro. No domingo, a equipe recebe o América-MG, às 16h. Pela Série B, os paranaenses recebem o Londrina, domingo, às 20h30.

Diego lidera o Flamengo

Mais uma vez peça importante na distribuição de jogo, o agora volante Diego teve boa atuação no Paraná. Com bons passes e chegada no campo rival, o camisa 10 conduziu a equipe em campo e ditou o ritmo da partida.

Vitinho não empolga

Sem Arrascaeta, Vitinho foi escalado desde o início mas não brilhou. O jogador até tentou arremates de média distância, porém faltou mais eficácia nos passes e na construção ofensiva.

Flamengo domina e desacelera

Sem Isla, Rodrigo Caio, Gerson, Arrascaeta, Pedro e Gabigol, o Flamengo de Maurício Souza (Rogério Ceni está com covid-19) venceu com certa tranquilidade e perdeu uma boa oportunidade para liquidar a fatura.

Com espaço para trabalhar a bola ante um adversário muito frágil, o Fla ocupou o campo contrário, mas não conseguiu traduzir essa superioridade em mais gols. Diante do cenário e das poucas opções disponíveis no banco, o time se comportou bem e leva uma vantagem para o jogo de volta, ainda que tenha tirado o pé do acelerador nos últimos 45 minutos.

O Coritiba não fez valer o fator casa para tentar se aproveitar dos desfalques do Fla e mostrou um jogo abaixo da expectativa. Ao ser escalada inicialmente com três volantes, a equipe assistiu o rival jogar. No segundo tempo, o técnico Gustavo Morínigo lançou o time mais ao ataque e incomodou mais o Fla, mas não chegou a assustar Diego Alves.

Everton volta da seleção e vai bem

Reintegrado ao elenco após defender a seleção brasileira, Everton Ribeiro teve boa participação no Couto Pereira. Com boa presença pelo lado direito do ataque, o camisa 7 ajudou a abrir a defesa rival e fez a bola circular bem quando o time buscava os espaços para arrematar.

Após defender o Coritiba em parte do Brasileiro de 2020, o atacante aproveitou as ausências de Gabigol e Pedro para deixar sua marca em um bonito gol de cabeça. O jovem da casa teve boa participação também sem a bola, fez bem o papel de pivô e abriu espaços para os companheiros.

Mal anulado

No primeiro tempo, Bruno Henrique cruzou para Muniz, que colocou para dentro. Apesar de o lance ter sido regular, o gol foi anulado pelo auxiliar Daniel Henrique da Silva Andrade. O VAR só entra em cena na Copa do Brasil a partir das oitavas.

Retirado de: UOL

7 COMENTÁRIOS

  1. Seja com o time titular ou com o alternativo, o Flamengo sempre administra o jogo quando tem vantagem, só que, administrar 1 a 0 é muito arriscado. É visível também o cansaço no segundo tempo. Os responsáveis pela preparação física não estão fazendo seu papel. O time ficou 12 dias sem jogar. Sobre o jogo, se o segundo gol, que foi legal, não tivesse sido anulado, teríamos vencido com mais tranquilidade. A defesa não foi muito exigida. Diego Alves não teve trabalho. Matheuzinho é melhor do que Isla. Rodinei continua o mesmo, não evoluiu nada. A zaga foi bem, principalmente no jogo aéreo. Felipe Luis com a categoria, tranquilidade e regularidade de sempre, grande jogador. João Gomes foi bem, tem futuro. Diego Ribas foi muito bem, o melhor em campo. Quem dera que certos jogadores tivessem a sua dedicação, intensidade… Vitinho não foi bem hoje, mas, é útil. Everton Ribeiro foi prejudicado no segundo tempo com a entrada de Rodinei. Teve o mérito de chegar da Seleção e ir para o jogo. Bruno Henrique não estava inspirado. Rodrigo Muniz fez seu papel de centroavante, botou a bola na rede. Michael correu igual barata tonta. Pra cima do América no domingo. Avante Flamengo.

  2. Parece que o time foi a pé pra Curitiba. 10 dias sem jogar, mas parece que jogou ontem. Muito preocupado com a libertadores. Parece que não viram o que o Palmeiras levou ontem por menosprezar o adversário de menor expressão.

  3. Pqp que jogo feio, um time que poderia jogar sem todos os titulares ainda assim teria obrigação de vencer e bem, agora faz 1 a 0 e se acomodam, andam em campo pq devem estar cansados né, vivem mortos acho que todos pegaram o mal só Vitinho já entram mortos, jogo horrível feio pra caramba

  4. Que jogo sofrível….RC precisa resolver a questão da intensidade do flamengo, corre um absurdo no 1° tempo e morre no 2.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here