Repercussão da entrevista de Jorge Jesus acaba em bate boca entre jornalistas

0
Jorge Jesus durante partida do Flamengo no estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Mauro Cezar Pereira e Thiago Asmar protagonizaram, nesta terça-feira (10), um bate boca acalorado durante o programa “Bate-Pronto”, do Grupo Jovem Pan. O clima esquentou quando o ex-repórter da Globo, apresentador da atração, perguntou se alguém presente à mesa gostaria de se retratar sobre Jorge Jesus depois da divulgação da entrevista do ex-técnico do Flamengo ao programa “Bem, Amigos!”, do canal SporTV. O ex-comentarista da ESPN desaprovou a atitude do “Pilhado”, e a discussão começou.

Asmar deu início ao assunto polêmico afirmando que as pessoas que rotularam Jorge Jesus de “antiético” tinham a obrigação de pedir desculpas após a entrevista do Mister ao “Bem, Amigos!”. Em seguida, Mauro Cezar rebate:

“Você não está falando sério. Se retratar do quê? Ele deu essa entrevista antes do que ele falou perante o Renato Maurício Prado. Você acha que eu perdi o meu tempo com essa entrevista de ontem? Você não vai me dizer o que eu devo fazer. Você não vai pautar minha atitude profissional. Eu não ia assistir uma entrevista vencida. Para mim, foi irrelevante o que ele falou ontem. Tenho minhas opiniões. Quem vai se retratar, Thiago? Você estava no jantar na casa do Kleber Leite? Acredito na palavra do Renato Maurício Prado. Um jornalista experiente como ele não iria inventar aquilo”, pontuou.

Mauro Cezar Pereira referiu-se a entrevista divulgada pelo jornalista Renato Maurício Prado no portal “UOL”, na semana passada, em que Jesus diz que deseja voltar ao Flamengo e estabelece um prazo para a diretoria rubro-negra contratá-lo: até o dia 20 de maio.

Seu posicionamento no “Bem, Amigos!”, porém, foi muito mais cauteloso, citando, inclusive, que recebeu algumas propostas desde que saiu do Benfica, de Portugal.

Por fim, Asmar afirmou que recebeu informações de pessoas próximas ao treinador de que parte do conteúdo da entrevista divulgada por Renato Maurício Prado teria sido descontextualizada ou aumentada. Em meio ao clima conflituoso e desgastado com a cúpula do Flamengo, Jorge Jesus retornou para Portugal.

Retirado de: Jogada 10