Guillermo Varela se destaca contra o Atlético-MG mas não poderá jogar contra o Corinthians

Guilhermo Varela pelo Flamengo em jogo contra o Cuiabá (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

A vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG foi mais uma demonstração de força da equipe reserva de Dorival Júnior, que está invicta na temporada. E o treinador tem lançado Guillermo Varela, contratado na última janela de transferências, em mais jogos. Ele atuou por 90 minutos pela segunda vez consecutiva e acirrou ainda mais a briga pela titularidade.

Ao longo dos 90 minutos, Varela esteve envolvido em boas combinações com Marinho. Na parte ofensiva, que é o seu ponto forte como lateral, o uruguaio teve três cruzamento, bom aproveitamento na bola longa e no passe (85%) e levou perigo à defesa do Atlético-MG.

No entanto, a grande surpresa veio na parte defensiva. Varela ficou encarregado da marcação de jogadores insinuantes, como Keno, Ademir e Eduardo Vargas, e deu conta do recado. O uruguaio teve três interceptações, dois desarmes e venceu mais de 50% dos duelos pelo chão.

Bem nos dois lados do campo, Varela começa a se credenciar como forte concorrente à titularidade na reta final da temporada. Segundo Dorival Júnior, Rodinei segue no “time das Copas”, mas não deve seguir no time na próxima temporada. Dessa forma, as boas atuações podem ser cruciais na briga pela posição em 2023.

As circunstâncias da partida também trouxeram uma alteração interessante. Matheuzinho, que briga pela vaga na lateral-direita, atuou como meia no duelo contra o Atlético-MG. Ele foi improvisado já que não havia mais nenhuma opção para o setor: Vidal e Thiago Maia foram preservados, Pulgar está lesionado e Diego, suspenso.

Ciente da questão, Dorival Júnior preparou o jovem jogador para encarar o desafio e ele, assim como Varela, teve atuação consistente. Ele também atuou pelos 90 minutos e dificultou bastante a vida do meio-campo do Atlético-MG, com quatro duelos ganhos e 75% de aproveitamento nos lançamentos. Aos poucos, o treinador vai ganhando aquela “dor de cabeça boa”.

Rodinei será o titular na final da Copa do Brasil – o uruguaio não está inscrito na competição. No entanto, repetidas as boas atuações, Varela pode chegar como forte candidato na grande decisão da Copa Libertadores. Tudo dependerá dos planos de Dorival Júnior.

Retirado de: Lance