Dorival Júnior, do Flamengo, fala sobre a provocação de Gabigol em relação a Tite

Tite durante coletiva de imprensa do Brasil (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O técnico Dorival Júnior, que conquistou os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores pelo Flamengo nesta temporada, é um dos nomes no radar da CBF para assumir a seleção brasileira após a Copa do Mundo no Catar. No entanto, o treinador de 60 anos fez questão de despistar qualquer informação sobre o assunto, em entrevista antes do Prêmio Mesa Redonda, da TV Gazeta.

— Hipóteses são coisas muito surreais. Trabalho com a realidade, minha realidade é o Flamengo. Vou fazer de tudo para que eu possa ter mais um grande momento dentro desse clube, comentou o treinador.

Leia também:

— Temos que ter equilíbrio nesse momento. É uma situação que no futuro pode acontecer. Mas temos no país grandes profissionais. Isso tem que ser bem tratado, bem pensado, concluiu.

Outro assunto abordado por Dorival Júnior na entrevista foi a provocação de Gabigol a Tite, na comemoração dos títulos do Flamengo no ano, realizada no centro do Rio de Janeiro, no último domingo. O treinador defendeu o, agora, camisa 10 do clube rubro-negro.

— Só o momento de extravasar, não foi nada ofensivo. Os dois se conhecem, se respeitam. Isso é o mais importante, justifica.

Nos últimos dias, Edson Khodor, empresário do técnico Dorival Júnior, já está no Rio para tratar da renovação de contrato com o Flamengo. Existe uma certa tranquilidade das duas partes para um acerto sem maiores entraves por uma ou duas temporadas. A questão financeira também não deve ser problema.

Dorival chegou ao Flamengo em junho deste ano e comandou o clube em 43 oportunidades, com 26 vitórias, oito empates e nove derrotas. Embora tenha chegado desacreditado, o treinador conseguiu surpreender positivamente a torcida flamenguista.

Retirado de: Extra