Flamengo lamenta o falecimento de ícone da música brasileira

Na tarde desta terça-feira (22) foi anunciado o falecimento do cantor e compositor Erasmo Carlos, aos 81 anos. Logo após receber alta médica pelo tratamento de uma síndrome edemigênica, o artista precisou ser internado novamente e não resistiu.

Erasmo Carlos deixa a esposa e três filhos.

Leia também:

Um dos pioneiros do rock nacional e símbolo da Jovem Guarda, o cantor escreveu mais de 600 músicas. Muitas delas foram nacionalmente conhecidas e são clássicos da música brasileira, como “Sentado à Beira do Caminho”, “Minha Fama de Mau”, “Mulher”, “Quero que tudo vá para o inferno”, “Mesmo que seja eu” e “É proibido fumar”.

Confira a publicação: