Entenda por que o Flamengo quer Vítor Pereira

0
Vítor Pereira pelo Corinthians (Foto: Gabriel Machado/AGIF)

A receita de estrondoso sucesso com Jorge Jesus faz o Flamengo priorizar europeus para o cargo de treinador desde 2019. Os métodos adotados por JJ encantaram dirigentes rubro-negros, e desde então o clube tenta repetir a fórmula. Querem o português Vitor Pereira porque entendem que o treinador dispõe de predicados quase que singulares no futebol brasileiro.

Vitor é visto pela direção rubro-negra como um treinador moderno, experiente e capaz de promover uma variação tática que não enxergaram no Flamengo em 2022 com Paulo Sousa e Dorival Júnior.

O fato de ser europeu e de ter trabalhado em diferentes centros do futebol também conta muito a favor de Vitor. Foi campeão português duas vezes com o Porto, clube com o qual também conquistou a Supertaça de Portugal. Levou também as ligas nacionais da Grécia, com o Olympiacos, e da China, com o Shangai SIPG.

Dirigiu o Fenerbahçe, da Turquia, por duas oportunidades e também já trabalhou no Oriente Médio, onde treinou o Al-Ahli, da Arábia Saudita.

Na ótica rubro-negra, tão importante quanto a experiência no futebol europeu é o fato de Vitor já estar adaptado ao Brasil. Vale lembrar que seu início no Corinthians foi bastante irregular, com muitas dificuldades na fase de grupos da Libertadores e eliminação para o rival São Paulo na semifinal do Paulistão.

Depois disso, engrenou e conseguiu levar o Corinthians às quartas de final da Libertadores e à decisão da Copa do Brasil. Em ambos os confrontos acabou derrotado pelo Flamengo. Na competição sul-americana, o time de Dorival Júnior foi dominante nos dois confrontos, mas na final local o o time paulista fez jogo duro contra o favorito Flamengo no Maracanã, chegou a flertar com a virada, porém acabou derrotado nos pênaltis.

Objetivo de chegar forte em todas as frentes

O Flamengo também vê em Vitor Pereira uma figura capaz de tornar o Flamengo forte o suficiente para brigar por todas as sete taças que o time disputará em 2023, especialmente o Mundial de Clubes, grande prioridade da temporada.

Vale lembrar que na reconstrução comandada por Dorival Júnior, que foi coroada com os históricos títulos da Libertadores e da Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro ficou em segundo plano, e o Palmeiras o conquistou sem sustos.

Bem avaliado

Os números não jogam a favor de Vitor Pereira, que teve aproveitamento de 51,5% em 2022 – 26 vitórias, 21 empates e 17 derrotas. Apesar da matemática, a diretoria do Flamengo reputa a passagem do português pelo Corinthians como um belo trabalho, principalmente pelo que a equipe apresentou no fim da temporada.

O fato de ter enfrentado seis vezes o Flamengo também é ponto para o português. A diretoria tem o entendimento que Vitor conhece bem o elenco, diferentemente do que aconteceu com Domènec Torrent e Paulo Sousa, por exemplo.

O comando do futebol gosta da rigidez com a qual Vitor Pereira gerencia seus processos. Outra vantagem se dá na questão de ter uma comissão técnica praticamente pronta, que provavelmente será formada por ele e mais quatro profissionais – no Corinthians, foram cinco adjuntos.

O Flamengo vai com tudo para contratar o quarto técnico europeu com a atual gestão, o terceiro português desde 2019. Depois do ídolo Jorge Jesus e dos apagados Dome e Paulo Sousa, Vitor Pereira, de 54 anos, é a bola da vez.

Retirado de: Globo Esporte

Volante contratado

A diretoria do Flamengo acertou a contratação de mais um volante. Confira abaixo todos os detalhes e inscreva-se em nosso canal no YouTube.