Grêmio acuado e Renato Gaúcho assombrado! Versão dominante do Flamengo lembrou duelo de 2019

Renato Gaúcho em partida do Flamengo contra a Chapecoense no Campeonato Brasileiro 2021 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo reviveu suas facetas dominantes na Arena do Grêmio. No 2 a 0 que abriu a disputa por uma vaga na final da Copa do Brasil, o Rubro-Negro pouco foi ameaçado e poderia ter feito margem até maior para defender no Maracanã, voltando a assombrar Renato Gaúcho.

O Fla já tinha batido o Grêmio de Renato neste ano, por 3 a 0, pelo Brasileirão. Mas recolocou ares do 5 a 0 da semifinal da Libertadores-2019 em campo na Arena com uma partida em que praticamente não foi acuado.

Os lances mais perigosos do Grêmio vieram em falhas na saída de bola, principalmente no início do jogo. A partir dos 20 da etapa inicial, até o fim do jogo, praticamente só deu Fla.

O placar foi construído com gols de Gabigol e Thiago Maia, mas poderia ser mais. O atacante perdeu um pênalti ainda na etapa inicial. Pedro e Everton Ribeiro também desperdiçaram oportunidades.

A imposição ficou ainda maior quando Kannemann foi expulso, no segundo tempo. Além do gol que deu números finais ao jogo, o Fla trocou passes, criou outras chances e amassou o dono da casa.

Nem mesmo a presença de Luis Suárez, que viveu seu ‘dia do Fico’ no Grêmio abalou a supremacia carioca na Arena.

A vitória garante aos comandados de Sampaoli o direito de perder por até um de diferença para ir à final contra Corinthians ou São Paulo.

Invencibilidade

O Fla perdeu apenas um dos últimos 20 jogos — para o Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão, há mais de um mês.

São nove jogos de invencibilidade, com seis vitórias e três empates.

Retirado de: Uol