Marcos Braz e Rodolfo Landim são alvos da torcida do Flamengo

Rodolfo Landim e Bruno Spindel em entrevista coletiva no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo ficou no empate em 0 a 0 com o Internacional, neste sábado (26), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o clima esquentou no Maracanã. Após o apito final da partida, os torcedores ficaram na bronca com a atuação da equipe. Além de vaias e gritos de ‘time sem vergonha’, os rubro-negros dispararam contra a diretoria.

O presidente Rodolfo Landim e o vice-presidente de futebol Marcos Braz foram hostilizados pela situação. Grito de ‘vai tomar n***’ foram entoados das arquibancadas.

Após a partida, Jorge Sampaoli foi questionado se o resultado era uma vergonha e discordou da análise da torcida. Segundo ele, o time criou em campo e poderia ter vencido.

— Não considero isso vergonha, volto a repetir, vocês viram o jogo e tivemos chances e fomos imprecisos, até o último minuto tentamos. Senão, eu não falaria isso. Se julga o resultado e também a transição. Quando cheguei aqui se vislumbrava um ano difícil para o Flamengo, disse Sampaoli, para completar.

— Sobre pedirem para quebrar o processo, tem que ver com a diretoria, isso sobre vergonha eu não compartilho. Vejo eles treinarem, como tentam, lamentavelmente não conseguimos elevar o nível qualitativo ofensivo para elevar o jogo, finalizou.

Retirado de: ESPN