Briga de Marcos Braz com torcedor respinga no jogadores do Flamengo

Marcos Braz em entrevista no CT do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

A delegação do Flamengo viajou para Goiânia, onde enfrenta o Goiás, às 19h, pelo Brasileiro, com o sonho de uma vitória para amenizar a crise às vésperas da grande final da Copa do Brasil (contra o São Paulo, domingo). Mas a briga envolvendo o vice de futebol Marcos Braz e um torcedor num shopping no Rio deixou o ambiente ainda mais tumultuado. E o time, longe de uma eventual paz.

Mesmo sem o envolvimento dos jogadores, este episódio coloca o time numa situação em que uma vitória não alivia mais a pressão. Já a derrota pode intensificá-la, já que a relação entre time e torcida está desgastada.

Neste momento, o Flamengo é o quinto colocado, com 39 pontos. Nesta posição, o time está fora da zona de classificação para a fase de grupos da Libertadores. Somente uma vitória em Goiânia o faria voltar ao G4.

Ao todo, são nove desfalques no Estádio da Serrinha. Dez entre os 23 relacionados são oriundos das categorias de base. Nesta terça, o clube informou que Léo Pereira e Pulgar sentiram dores musculares e não viajaram para Goiânia.

A provável equipe será formada por Matheus Cunha, Matheuzinho, Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Victor Hugo, Gerson e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

Retirado de: Extra