Newcastle emite nota oficial sobre Bruno Guimarães

Bruno Guimarães durante um jogo do Newcastle United (Foto: Reprodução/Instagram)
Banner Stake

Após a vitória do Newcastle United sobre o Arsenal por 1 a 0 na Premier League, no sábado, abusos racistas foram direcionados a Bruno Guimarães e Joe Willock por parte da torcida adversária. Os ataques surgiram devido a uma jogada polêmica em que o meio-campista brasileiro Bruno Guimarães não recebeu um cartão vermelho após uma dividida que envolveu seu cotovelo na altura da nuca de Jorginho, jogador do Arsenal.

O Newcastle United emitiu uma declaração enfática, condenando os abusos racistas e deixando claro que não há espaço para o racismo no futebol ou na sociedade. Além disso, o clube se comprometeu a prestar apoio a Bruno Guimarães e Joe Willock e a colaborar com as autoridades e as plataformas de mídia social na identificação dos responsáveis pelos abusos, para que eles possam ser responsabilizados.

— O Newcastle United condena veementemente os abusos racistas enviados a Bruno Guimarães e Joe Willock por meio das redes sociais, após a vitória de sábado sobre o Arsenal. Nossa mensagem é clara. Não há espaço para racismo no futebol ou na sociedade. Estamos prestando apoio a Bruno e Joe e trabalharemos com as autoridades relevantes e plataformas de mídia social para identificar os responsáveis, para que possam ser responsabilizados – diz o comunicado do clube inglês.

A vitória levou o Newcastle a 20 pontos na tabela da Premier League, enquanto o Arsenal permaneceu com 24 pontos. O Newcastle segue na luta para entrar no G-4 da Premier League, e o resultado da partida colocou em xeque a classificação do Arsenal para a Champions League ao final da rodada.