Ainda buscando a melhor formação, Tite explica escolha por Varela como titular no Flamengo

Guilhermo Varela estreia pelo Flamengo em jogo contra o Ceará (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

Por: Leonardo Antônio

Em uma partida decisiva pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo assegurou uma vitória de 2 a 1 sobre o Cuiabá no emblemático Maracanã.

O técnico Tite surpreendeu com a escolha de Guillermo Varela como titular, uma decisão tática que reflete a adaptação do time às circunstâncias do campeonato. Varela, que teve um total de 19 aparições nesta temporada, sendo titular em 11 e acumulando 1120 minutos em campo, foi uma peça chave na estratégia de Tite. Apesar de um pênalti polêmico, sua atuação foi destacada positivamente pelo treinador.

“Tática. Dois externos em amplitude, dois meias nos dois bolsões, um pivô e um sexto jogador agredindo que é um lateral construtor, o Filipe ou o Varela. O Varela ‘comeu a massa quieto’ durante 10 jogos e por méritos do grande jogador que é o Matheuzinho, do grande jogador que é o Wesley, mas uma concorrência em alto nível”, justificou Tite.

A inclusão de Varela na escalação titular ocorreu após performances questionáveis de Wesley e Matheuzinho contra o Atlético-MG. Além de seu impacto no campo, Varela recentemente esteve no centro de rumores sobre uma possível saída do Flamengo.

No entanto, o jogador desmentiu essas especulações com uma resposta sarcástica a um perfil no Instagram. Seu compromisso com o clube é reforçado pelo seu contrato vigente até dezembro de 2025, após sua aquisição do Dínamo Moscou. Esse comprometimento com o clube e a confiança depositada por Tite exemplificam a força do Flamengo tanto em termos de talento individual quanto de estratégia coletiva.”