Fluminense fica próximo de repatriar ex-jogador do Flamengo

Escudo do Flamengo no gramado do Maracanã (Foto: Reprodução)

Por: Leonardo Antônio

Antônio Carlos, o zagueiro com uma trajetória recheada de sucessos em diversos clubes brasileiros e agora no Orlando City, está no centro das atenções do mercado de transferências do futebol brasileiro. Com negociações avançadas para se juntar ao Fluminense em 2024, o jogador de 35 anos se encontra em um momento crucial de sua carreira, onde uma volta ao clube que o formou nas categorias de base se apresenta como uma possibilidade concreta.

Sua carreira, marcada por momentos significativos, viu Antônio Carlos brilhar na Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2012 pelo Corinthians, onde ele se destacou marcando dois gols na final contra o próprio Fluminense. Após períodos de destaque no Avaí e no Flamengo, ele encontrou sucesso sob o comando de Eduardo Baptista na Ponte Preta. Sua jornada continuou no Palmeiras, onde foi campeão brasileiro em 2018, demonstrando suas habilidades defensivas e liderança.

Leia também:

Antonio Carlos pelo Flamengo em 2016 — Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

No Orlando City desde 2020, Antônio Carlos se tornou uma peça-chave no elenco, contribuindo significativamente para a conquista da US Open Cup. Com o fim do contrato se aproximando, o Orlando City planeja estender o vínculo até o final de 2024, mas está aberto a negociações na janela de transferência de janeiro. Este movimento pode abrir o caminho para o Fluminense, que já tentou contratar o zagueiro em 2023 sem sucesso.

A necessidade do Fluminense de reforçar a defesa, especialmente com a iminente saída de Nino para a Inglaterra, torna Antônio Carlos uma opção valiosa. O clube também tem interesse em Thiago Silva, buscando fortalecer ainda mais o elenco para a próxima temporada. A contratação de Antônio Carlos seria não só um reforço estratégico, mas também um retorno emotivo às raízes para o jogador.

A história de Antônio Carlos, desde suas origens no Fluminense até suas conquistas no futebol nacional e internacional, reflete a jornada de um atleta determinado e talentoso. Seu possível retorno ao Fluminense, onde tudo começou, traria uma narrativa de ciclo completo, tanto para o jogador quanto para o clube.