Sem marcar e dar assistências a 7 meses, ‘atacante inútil’ brasileiro de 514 milhões, vira piada na Premier League

André Onana vibra após defender um pênalti pelo Manchester United (Foto: Reprodução/Instagram)

Antony, o segundo reforço mais caro da história do Manchester United, enfrenta um período desafiador no clube inglês. Apesar de sua contratação por um valor impressionante de 95 milhões de euros, o jogador brasileiro não marcou ou assistiu em gols em mais de sete meses, uma estatística que levantou críticas severas de ex-jogadores do clube.

Ex-ídolos do United, como Roy Keane e Gary Neville, têm sido vozes proeminentes nas críticas a Antony. Keane expressou descontentamento com a falta de contribuição defensiva de Antony e o acusou de ser pouco objetivo em campo, sugerindo que ele faz o ‘marcador de tonto’ ao invés de criar jogadas produtivas. Neville, por sua vez, ironizou o alto custo de sua transferência, questionando a decisão do clube em pagar um valor tão elevado por ele.

Leia também:

Premier League 2022/23, Matchday 26 - Liverpool 7:0 Manchester United - Anfield, Liverpool - March 5, 2023
Jogo entre Liverpool e Manchester United – Anfield, Liverpool – Foto: Robbie Jay Barratt – AMA/Getty Images

Além disso, o ex-jogador Jaap Stam, em um podcast recente, também questionou o nível de Antony para atuar pelo United, argumentando que ele não demonstrou ser bom o suficiente para o padrão esperado pelo clube​​​​.

Em resposta às críticas, Antony destacou a influência negativa das opiniões dos ex-jogadores e da mídia, mencionando que tais comentários impactam não só a ele, mas também aos torcedores. Tratado cada vez mais como um “atacante inútil” na Inglaterra, ele lamentou a falta de críticas construtivas que poderiam ajudá-lo a melhorar como profissional. O brasileiro também mencionou o “período de turbulência” que vem enfrentando, incluindo acusações de agressão por uma ex-namorada, o que resultou em um afastamento temporário do clube.

Antony enfatizou seu esforço em se reconstruir silenciosamente, destacando a necessidade de superar barreiras e desafios, tanto na forma física quanto mental. Ele expressou o desejo de voltar à sua melhor forma e atuar no mais alto nível, apesar das dificuldades enfrentadas nos últimos anos​​​​.

Enquanto isso, o Manchester United enfrenta sua própria crise. Apesar de ser o maior vencedor da história do futebol inglês, o clube não conquista a Premier League desde a temporada 2012/13. Nesta temporada, a equipe se distanciou da corrida pelo troféu, estando dez pontos atrás do líder Liverpool. Além disso, sofreu uma eliminação precoce na Liga dos Campeões, terminando na lanterna de um grupo que incluía Bayern de Munique, Copenhague e Galatasaray.