Gabigol é denunciado por conta do exame antidoping

Gabigol em treino do Flamengo (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Gabigol atacante do Flamengo, foi recentemente denunciado pela Procuradoria da Justiça Desportiva Antidopagem. A acusação, apresentada na última quinta-feira, se deve à tentativa de fraudar um exame de controle de doping realizado em 8 de abril deste ano, no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube.

O jogador agora aguarda julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) sob a infração ao artigo 122 do Código Brasileiro Antidopagem. Este artigo trata especificamente de fraudes ou tentativas de fraude em qualquer etapa do processo de controle de doping. A gravidade da acusação pode levar a uma suspensão de até quatro anos, caso Gabigol seja condenado.

Leia também:

Conforme detalhado na denúncia, Gabigol teria dificultado a realização do exame, adiando-o e não aderindo aos procedimentos estabelecidos. Há relatos de desrespeito aos oficiais encarregados da coleta e falha em seguir as instruções necessárias para a coleta adequada do material. Notavelmente, ele não respeitou o período de repouso necessário após atividades físicas, uma parte crucial do processo de coleta.

O Flamengo, no entanto, defende seu atacante, argumentando que não houve erro nos procedimentos adotados por Gabigol durante a entrega do material coletado. A equipe alega que, se houvesse qualquer inconsistência, caberia ao oficial de controle de doping recusar e solicitar uma nova coleta.

Além de Gabigol, outras figuras do Flamengo, incluindo o chefe do departamento médico, o enfermeiro do clube e o capitão da equipe, foram intimados a prestar depoimento sobre o caso.

Enquanto o processo legal segue em andamento, Gabigol aproveita seu período de férias em Trancoso, na Bahia. Apesar da situação atual, o clube e o atleta não se manifestaram publicamente sobre a denúncia até o momento.