André Rizek dá resposta inusitada ao falar sobre o time ideal do Flamengo

André Rizek durante um programa do SporTV (Foto: Reprodução/SporTV)

O Flamengo surpreendeu ao adotar uma formação tática diferente no jogo contra o Sampaio Corrêa-RJ, escalando Gabigol e Bruno Henrique como titulares e se aproximando mais de um 4-4-2 do que do tradicional 4-3-3 que haviam usado com frequência. No entanto, quando o apresentador André Rizek foi questionado sobre qual seria o time ideal do Flamengo, sua resposta foi inusitada.

Rizek argumentou que, dada a qualidade do elenco rubro-negro e a intensa competição nas diversas posições, o Flamengo não deveria buscar um time ideal. Ele disse:

Leia também:

Nesse começo de temporada, muita gente pergunta ‘Qual deve ser o time ideal do Flamengo?’ Olha, com um elenco desta qualidade, com tanta disputa nas posições, com tantas ‘sombras’ para os chamados titulares, arrisco dizer que o ideal é o Flamengo não ter um time ideal

Ele destacou que Arrascaeta é o único jogador que não possui um substituto à altura, sendo único em sua função. No entanto, Rizek também mencionou outros setores do time. Na lateral direita, não existe unanimidade, enquanto na zaga, David Luiz é a sombra de Léo Pereira e Fabrício Bruno, com a possibilidade de chegada de Léo Ortiz. Na lateral esquerda, Ayrton Lucas e Viña oferecem diferentes opções, ambos de alto nível.

Jogadores do Flamengo comemoram gol marcado contra o Maringá pela Copa do Brasil (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

No meio-campo, Rizek observou que Pulgar é soberano, mas Alan, que custou caro ao Flamengo, poderia criar dúvidas para o técnico Tite se estiver em seu melhor nível. Na posição ao lado, Gerson não enfrenta uma grande competição, mas De La Cruz é uma alternativa viável.

No meio, o Pulgar é soberano. Porém, o Alan custou caro e é um jogador que, se jogar no nível do investimento que o Fla fez, pode colocar uma dúvida no Tite. Ao lado, tem o Gerson. Com o Thiago Maia fora, não vejo uma grande sombra para o Gerson. Mesmo assim, o De La Cruz é um jogador que pode fazer a função — completou André Rizek.

No ataque, Bruno Henrique e Cebolinha estão em uma disputa acirrada, com Rizek e Tite considerando Pedro como uma escolha preferencial em relação a Gabigol. Entretanto, ele ressaltou a importância de Gabigol, um dos maiores jogadores da história do Flamengo.

No ataque, Bruno Henrique e Cebolinha: tem uma decisão certa? Acho que são jogadores de um nível similar, mas o Camisa 11 vive melhor fase. Eu e o Tite consideramos o Pedro melhor que o Gabi. Só que é o Gabigol, um dos maiores jogadores da história do Flamengo. Se o Camisa 9 não estiver voando, olha o tamanho da sombra atrás dele — finalizou Rizek.

Em vez de buscar um time ideal, Rizek sugeriu que a melhor solução seria promover uma competição interna saudável para manter todos os jogadores em boa forma ao longo da temporada. Com tantas opções de qualidade à disposição, essa abordagem pode ser a chave para o sucesso do Flamengo na temporada.