Empresa avaliada 151 bilhões de reais é o novo patrocinador do Flamengo

Rodolfo Landim em entrevista coletiva no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A multinacional Bayer, conhecida por sua liderança global nos setores de saúde e agricultura, acaba de dar um grande passo no apoio ao esporte brasileiro, tornando-se a nova patrocinadora do time feminino de futebol do Flamengo. Este acordo, que tem validade até dezembro de 2024, foi firmado através da Lei de Incentivo ao Esporte do estado do Rio de Janeiro (Lei 8.266/2018), um mecanismo que permite a empresas contribuintes de ICMS apoiar projetos esportivos em troca de benefícios fiscais.

Fundada em agosto de 1863, na Alemanha, A Bayer é uma empresa bilionária. O montante total da capitação de mercado está estimado em 28,36 bilhões de euros, ou seja, mais de 151 bilhões de reais.

Leia também:

A parceria com o Flamengo se alinha perfeitamente com um dos projetos mais emblemáticos da Bayer no Brasil, a Escola de Futebol da Bayer, localizada em Belford Roxo. Há mais de três décadas, essa iniciativa tem feito a diferença na vida de crianças e adolescentes da comunidade, oferecendo não apenas a prática do futebol, mas também suporte nutricional, educacional e psicossocial.

Mais de quatro mil jovens já foram beneficiados pela Escola de Futebol da Bayer, que se destaca por promover um ambiente de aprendizado integral, onde o esporte serve como um veículo para educação, saúde e inclusão social.

Ana Isabel dos Santos, Gerente de Relações Industriais e com Comunidades da Bayer em Belford Roxo, ressalta a importância da igualdade de oportunidades no esporte, enfatizando que o futebol, como paixão nacional, deve ser um espaço de visibilidade e acesso para todos.

— O patrocínio ao time feminino de futebol do Flamengo tem total conexão com nossos valores, em especial pela promoção à equidade no esporte. O futebol é uma paixão nacional, onde todos precisam ter o mesmo espaço e visibilidade. A parceria também se conecta com a missão da companhia e a propagação de ‘saúde para todos’, uma vez que o esporte é fundamental para nosso bem-estar físico e mental, afirmou Ana Isabel dos Santos.