Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Rivaldo, Cafu, Roberto Carlos e Emerson: quando vai ser disputada a Copa do Mundo de veteranos?

Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Fenômeno e Adriano Imperador em ação pela Seleção Brasileira (Foto: Vanderlei Almeida/AFP/Getty)

A primeira Copa do Mundo de Veteranos está marcada para acontecer na Inglaterra, em junho de 2024, prometendo ser um evento histórico no mundo do futebol. Esta competição inédita vai reunir estrelas do passado, trazendo de volta ao campo jogadores que marcaram épocas e deixaram saudades nos corações dos torcedores.

Entre os confirmados, nomes lendários como Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Rivaldo vestirão novamente a camisa da seleção brasileira, enquanto outras nações contarão com ícones como Carles Puyol, Diego Lugano, Michael Owen e Fabio Cannavaro.

Leia também:

Os países elegíveis para essa competição são aqueles que já levantaram a taça da Copa do Mundo FIFA, totalizando oito nações: Alemanha, Argentina, Brasil, Espanha, França, Itália, Inglaterra e Uruguai. O torneio está sendo organizado pelo Elite Players Group, uma empresa fundada por ex-jogadores e grandes empresários, que visa proporcionar uma nova oportunidade para essas lendas brilharem e para os fãs reviverem momentos gloriosos.

O formato do torneio foi pensado para se encaixar perfeitamente no calendário do futebol internacional, posicionado entre a final da Liga dos Campeões, em 1º de junho, e o início da Eurocopa, em 14 de junho, com a grande final prevista para 11 de junho. Isso garante que o evento atraia a máxima atenção dos torcedores de futebol ao redor do mundo, sem conflitar com outras grandes competições.

A elegibilidade para participar da Copa do Mundo de Veteranos é restrita a jogadores com mais de 35 anos, que tenham representado suas seleções nacionais ou tenham atuado em pelo menos 100 partidas na primeira divisão de seus respectivos países. Isso assegura um alto nível de habilidade e reconhecimento, prometendo partidas emocionantes e cheias de técnica.

O torneio promete adaptar-se à realidade física desses jogadores veteranos, com partidas de 70 minutos e regras que permitem substituições ilimitadas e rotativas, garantindo que o espetáculo seja mantido do início ao fim. Cada seleção poderá contar com até 18 atletas e um treinador, o que sugere um ambiente altamente competitivo e também uma oportunidade para estratégias dinâmicas ao longo do torneio.

Capitães de cada seleção:

  • Christian Karembeu (França)
  • Diego Lugano (Uruguai)
  • Emerson (Brasil)
  • Esteban Cambiasso (Argentina)
  • Kevin Kuranyi (Alemanha)
  • Marco Materazzi (Itália)
  • Michel Salgado (Espanha)
  • Steve McManaman (Inglaterra)

Jogadores que devem participar:

  • Brasil: Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Rivaldo, Cafu, Roberto Carlos e Emerson (capitão);
  • Argentina: Hernan Crespo, Pablo Zabaleta e Esteban Cambiasso (capitão);
  • França: Thierry Henry, Marcel Desailly e Christian Karembeu (capitão);
  • Alemanha: Mesut Özil, Sami Khedira e Kevin Kuranyi (capitão);
  • Inglaterra: Michael Owen, Ashley Cole, Joe Cole, Rio Ferdinand, David James, Frank Lampard, Robbie Fowler e Steve McManaman (capitão);
  • Itália: Fabio Cannavaro, Francesco Totti e Marco Materazzi (capitão);
  • Espanha: David Villa, Carles Puyol e Michel Salgado (capitão);
  • Uruguai: Diego Forlán e Diego Lugano (capitão).