CBF emite nota oficial envolvendo Vinícius Júnior

Vinicius Jr comemora após marcar mais um gol pelo Real Madrid (Foto: Reprodução/Real Madrid)
Banner Stake

Na última quarta-feira, durante o confronto entre Atlético de Madrid e Inter de Milão pela Liga dos Campeões da Europa, lamentavelmente, ocorreu um incidente de racismo contra o atacante do Real Madrid, Vinicius Jr. Torcedores do Atlético foram flagrados entoando cânticos racistas dirigidos ao jogador, gerando repúdio e indignação.

Em resposta a esse repugnante episódio, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou uma nota oficial expressando total apoio a Vinicius Jr. O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, enfatizou o compromisso da entidade em combater o racismo no esporte e declarou que medidas serão tomadas para punir os responsáveis por esse ato de intolerância.

Todo o meu apoio ao Vinicius. Sei que o preconceito atinge a alma. Por isso, vou continuar lutando para punir e retirar os racistas dos estádios. A CBF foi a primeira entidade nacional a incluir penas esportivas contra o racismo e segue na luta sem trégua contra o preconceito — disse Ednaldo Rodrigues.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, em entrevista coletiva da seleção brasileira feminina (Foto: Thais Magalhães/CBF)

Rodrigues destacou ainda que a CBF foi pioneira ao incluir penas esportivas contra o racismo e que continuará lutando para erradicar essa prática dos estádios. Além disso, ele ressaltou seu envolvimento no Conselho da FIFA, onde também é uma prioridade o combate ao racismo no futebol.

O combate ao racismo no futebol é uma das minhas missões também no Conselho da Fifa. Nesta quinta-feira, a Fifa informou que fará um manifesto global contra o racismo em maio. O anúncio será no Congresso da entidade com a participação das 211 filiadas. Vinícius, siga fazendo gols, driblando os adversários e encarando os racistas. O futebol brasileiro está ao seu lado, enfrentando os preconceituosos — finalizou o presidente da CBF.

Confira:

Mais um caso de racismo

O futebol europeu voltou suas atenções para a decisão das oitavas de final da Champions League nesta semana, porém, infelizmente, mais um episódio absurdo de preconceito contra Vinícius Júnior, cria do Flamengo, aconteceu na Espanha. Em um dos últimos jogos, Atlético de Madrid x Inter de Milão, os torcedores da casa proferiram cantos racistas contra o jogador brasileiro, mesmo sem ele ter qualquer relação com a partida ou contexto. Pouco antes do início do jogo no Metropolitano, torcedores do Atlético que estavam fora do estádio cantaram: “Ale, ale, ale, Vinícius chimpanzé”. O Atlético avançou para as quartas de final após vencer a Inter nos pênaltis por 3 a 2.

Confira: