Declaração do técnico Tite deixa a torcida do Flamengo preocupada

Tite comanda treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O empate na estreia do Flamengo na Libertadores não foi o único motivo de preocupação para os torcedores do Rubro-Negro. As declarações do técnico Tite após o confronto com o Millonarios revelaram uma situação preocupante sobre a condição física de parte significativa do elenco. Segundo o treinador, nove jogadores chegaram à partida com algum tipo de problema físico, uma informação que certamente acendeu o alerta não apenas na comissão técnica, mas também entre os torcedores.

O jogo, que terminou em 1 a 1 após uma partida disputada em Bogotá, destacou as dificuldades enfrentadas pelo time carioca. Mesmo com um desempenho melhor no segundo tempo, onde o Flamengo conseguiu dominar e marcar, a equipe não evitou o empate devido a uma jogada individual do adversário. Tite admitiu que o time estava “abaixo do normal”, uma confissão que coloca em perspectiva as dificuldades que o Flamengo pode enfrentar ao longo da temporada.

Leia também:

— Nós viemos com nove jogadores que tinham algum problema. Nove, do último jogo até agora. Tínhamos que fazer alguma revisão, eu não posso entrar com nove jogadores, alguns sentindo, algum detalhe mais. Até porque, e esse é o detalhe mais importante, temos jogadores e um plantel com muita qualidade. Quando tu tens a necessidade que é clínica ou física de um decréscimo, naturalmente tu tens esses grandes jogadores para poder participar. E aí entram os nomes que tu (jornalista) citaste, afirmou Tite.

As mudanças no time titular para enfrentar o Millonarios foram significativas, com David Luiz, Viña, Igor Jesus e Bruno Henrique entrando nos lugares de Léo Pereira, Ayrton Lucas, De La Cruz e Luiz Araújo. Esta escolha foi diretamente influenciada pelos problemas físicos enfrentados pelo elenco, destacando a dependência do Flamengo em seu plantel para manter o desempenho em meio a adversidades.

A ausência de Nicolás de la Cruz, cortado da relação do jogo devido a febre, apenas horas antes do início, ressaltou ainda mais as dificuldades físicas enfrentadas pelo grupo. O uruguaio, que já não era esperado para iniciar a partida devido ao desgaste físico, acabou não estando nem mesmo entre as opções no banco de reservas.

Nos próximos compromissos, o Flamengo terá desafios importantes tanto na Libertadores quanto no cenário local. A equipe enfrentará o Palestino pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores no dia 10 de abril, buscando uma recuperação. Antes disso, terá o segundo jogo da final do Campeonato Carioca contra o Nova Iguaçu, onde detém uma vantagem considerável após vencer a primeira partida por 3 a 0.