Bruno Henrique, Arrascaeta, Rossi, Varela, Léo Ortiz, David Luiz, Ayrton Lucas, Viña, Allan, De la Cruz, Erick Pulgar, Lorran, Everton Cebolinha, Luiz Araújo, Pedro, Gerson e Tite: as notas dos jogadores do Flamengo

Taça da Copa Libertadores da América (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo garantiu sua vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores ao vencer o Millonarios por 3 a 0 no Maracanã, na última terça-feira (28), às 21h (horário de Brasília). Pedro foi o destaque da partida, marcando dois gols, enquanto Vargas, do time colombiano, fez um gol contra. Com essa vitória, o Rubro-Negro terminou na segunda posição do Grupo E, já que o Bolívar venceu o Palestino por 3 a 1 e garantiu a liderança do grupo.

Durante o primeiro tempo, o Flamengo dominou completamente o jogo, aproveitando erros defensivos do Millonarios para construir uma vantagem confortável. No segundo tempo, o time carioca continuou criando oportunidades, mas não conseguiu ampliar o placar. Nesse sentido, confira abaixo as notas dos jogadores do Flamengo segundo o portal Globo Esporte.

Rossi

Pouco exigido, fez boa defesa em chute de David Mackalister Silva no segundo tempo. Nota: 6.0

Varela

Mais uma boa partida no aspecto tático, sobressaindo-se defensivamente. Na frente oscilou nos cruzamentos, mas um deles poderia ter terminado em golaço de Pedro. Nota: 6.0

Léo Ortiz

Mais uma partida sem sustos defendendo e com 100% de aproveitamento nos passes. Ganha confiança para se tornar o dono da vaga deixada por Fabrício Bruno. Nota: 6.5

David Luiz

Com liberdade, não apenas defendeu bem, como apareceu bem na construção do jogo. Na jogada do gol contra, deu uma de meia-atacante, carregou a bola no fundo e a recuou para Gerson no timing certo. Nota: 7.0

Ayrton Lucas

Participava bem do jogo até levar a mão à coxa esquerda e ser substituído aos 41 minutos. Nota: 5.5

Viña

Entrou muito bem no lugar de Ayrton Lucas. No gol de Pedro, rouba a bola no meio de dois adversários e dá um lindo passe vertical. Nota: 7.5

Allan

Foi bem defensivamente e aproveitou a liberdade oferecida pelo Millonarios para subir e tentar ajudar ofensivamente, como fez num chute de fora da área. Nota: 6.5

De la Cruz

Fez cinco desarmes e buscou a bola constantemente, como de praxe. Mais uma boa partida de um jogador que é ovacionado quando tem seu nome anunciado nas escalações. Nota: 6.5

Erick Pulgar

Entrou para ganhar ritmo após seis partidas de ausência. Nota: 5.5

Arrascaeta

Ainda sem o brilho habitual, apresentou-se para o jogo e dois de seus passes poderiam ter se transformado em assistências caso Pedro e Luiz Araújo tivessem aproveitado melhor. Está devendo. Nota: 5.5

Lorran

Não teve tempo para fazer nada de diferente. Nota: 5.5

Everton

Bem taticamente, cresceu no segundo tempo e por pouco não marcou um golaço. Ainda abriu um clarão na defesa rival com toque de calcanhar para Viña, mas o uruguaio acabou bloqueado na sequência. Nota: 6.0

Luiz Araújo

Entrou com disposição, dominou bonito um lançamento de Arrasca, mas chutou forte demais. Nota: 5.5

Pedro

Decidiu a partida com inteligência e oportunismo. No primeiro gol, acreditou no recuo errado de Giraldo e se antecipou ao goleiro Montero. No terceiro do Flamengo, foi inteligente ao sair do impedimento e bater com perfeição. Vive grande fase o artilheiro do Brasil, que soma 22 gols em 27 jogos. Nota: 8.5

Gerson

Cruzou para o gol contra de Vargas, participou bastante da marcação ofensiva do Flamengo e foi o jogador que mais sofreu faltas em campo. Nota: 6.5

Bruno Henrique

Ficou três minutos em campo e foi expulso por uma entrada totalmente fora de propósito. Virou desfalque para as oitavas de final de bobeira. Nota: 1.0

Tite

Escalou o que tinha de melhor à disposição e substituiu corretamente. Talvez pudesse ter colocado Lorran um pouquinho mais cedo. Nota: 7.0