Real Madrid tenta impedir novo Mundial de Clubes da FIFA

Florentino Pérez posa para foto após o Real Madrid ganhar sua 14ª Champions League (Foto: Reprodução/Real Madrid)

O novo Mundial de Clubes da FIFA, que reunirá 32 times em um formato similar ao da Copa do Mundo, tem gerado grande polêmica no cenário futebolístico. O Real Madrid se posicionou contra a realização do torneio. A principal crítica do clube espanhol é em relação ao calendário já apertado das competições de futebol. Segundo fontes internas do Real Madrid, adicionar mais jogos irá sobrecarregar ainda mais os atletas, podendo comprometer seu desempenho e saúde.

A FIFA confirmou que a primeira edição do novo Mundial de Clubes acontecerá entre 15 de junho e 13 de julho de 2025, nos Estados Unidos. A competição contará com 32 equipes de todo o mundo, incluindo o Flamengo, que já está confirmado como um dos participantes. O torneio será dividido em oito grupos, onde cada grupo terá quatro times que se enfrentarão em turno único. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançarão para as fases de mata-mata, que incluirão oitavas de final, quartas de final, semifinais e a grande final.

Além do Real Madrid, a Federação Internacional de Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) também se manifestou contra o novo formato do Mundial de Clubes. A entidade ameaça organizar uma paralisação durante o período da competição. O principal argumento da FIFPro é que o novo torneio inviabiliza a janela europeia de férias para os jogadores, impactando negativamente seu descanso e recuperação.

O Real Madrid destaca que a próxima temporada já começará em agosto e terminará apenas em julho do ano seguinte, tornando inviável a participação em mais um torneio de grande escala. O clube europeu acredita que a decisão da FIFA de introduzir o novo Mundial de Clubes sem consultar as principais partes envolvidas, como os próprios jogadores e clubes, é equivocada e potencialmente prejudicial.

Times classificados:

Veja a lista atualizada abaixo:

  • Uefa: Chelsea (ING), Real Madrid (ESP) e Manchester City (ING)
  • Conmebol: PalmeirasFlamengo e Fluminense
  • Concacaf: Monterrey (MEX), Seattle Sounders (EUA) e León (MEX)
  • AFC: Al Hilal (SAU) e Urawa Red Diamonds (JAP)
  • CAF: Al Ahly (EGI) e Wydad Casablanca (MAR)

Carro luxuoso de Vini Jr. chama atenção

Os jogadores do Real Madrid foram agraciados com “brindes de luxo” da patrocinadora do clube, a BMW, e puderam escolher entre uma seleção de modelos elétricos de alta classe. Vinícius Júnior optou pelo BMW i4 M50, avaliado em cerca de R$ 430 mil. Antes da BMW, o Real Madrid era patrocinado pela Audi, que igualmente presenteava o elenco com carros de alto padrão. Veja mais detalhes do carro luxuoso de Vini Jr em nosso canal no YouTube: