PSG pode ajudar o Santos a faturar 142 milhões

Santos enfrentará o América-MG fora de casa - Santos/Flickr
Banner Stake

Rodrygo, revelado nas categorias de base do Santos em 2011, tem se destacado no Real Madrid desde sua transferência em junho de 2019. Sua evolução no futebol europeu atraiu o interesse de grandes clubes, incluindo o Paris Saint-Germain. O jornal espanhol “Marca” informou que o PSG apresentou uma proposta para o jogador.

Apesar do interesse de outros clubes, Rodrygo deseja permanecer no Real Madrid. Ele já declarou publicamente sua preferência por continuar no clube. Com apenas 23 anos, Rodrygo acumula diversos títulos pelo clube espanhol, como três La Ligas e duas Ligas dos Campeões.

A cláusula de rescisão do contrato de Rodrygo com o Real Madrid é de 1 bilhão de euros, aproximadamente R$ 5,7 bilhões. Com contrato até o final do primeiro semestre de 2028, a saída do jogador parece improvável. Porém, se o Paris Saint-Germain decidir pagar essa quantia, a transferência pode acontecer.

Rodrygo em ação pelo Real Madrid no Mundial de Clubes (Foto: KHALED DESOUKI/AFP)

Durante a última temporada, Rodrygo jogou 51 partidas pelo Real Madrid, marcou 17 gols e fez 9 assistências. Ele foi um jogador fundamental na campanha que levou o clube ao seu 15º título da Champions League, reforçando sua importância na equipe.

Caso o PSG pague a multa rescisória, o Santos, clube formador de Rodrygo, receberá cerca de R$ 142,5 milhões devido ao mecanismo de solidariedade da FIFA. Esse mecanismo garante que uma parte da taxa de transferência seja destinada aos clubes que contribuíram para o desenvolvimento do jogador entre os 12 e 23 anos.

Fusca chinês será vendido no Brasil

Além disso, o portal Gávea News também está produzindo conteúdos relacionados ao setor automotivo. Em outras palavras, se você deseja se manter bem informado sobre esse assunto, clique aqui para acessar exclusivamente as notícias dessa categoria. Assim sendo, nós publicamos duas notícias de destaque: Carros populares com manutenção cara e complicada, e Fusca ‘alternativo’ começará a ser vendido no Brasil (veja fotos).