CBF divulga áudio do VAR do jogo entre Flamengo x Fluminense

Jogadores do Flamengo comemoram gol, diante de um abatido goleiro Fábio (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

Os adeptos do Fluminense demonstram sua insatisfação com a decisão de marcar pênalti em Bruno Henrique nos minutos finais do confronto contra o Flamengo nesse último domingo (23). Em resposta às críticas dos oponentes, a CBF tornou público o áudio do VAR com a análise da jogada. Veja como transcorreu a conversa entre o árbitro Rafael Rodrigo Klein e os assistentes Rodrigo Guarizo e Alberto Masseira.

VEJA O DIÁLOGO DO VAR:

Guarizo: – Tem que ser uma (câmera) alta para ver se esse braço tem um impacto no jogador. Preciso ver se esse contato tem impacto ou não, porque é uma disputa. A bola quica e fica em disputa pelos dois, o branco tenta tomar a frente e desequilibra sozinho, não vejo esse braço com impacto, ok?

Masseira: – O branco coloca o braço primeiro no vermelho, depois o vermelho também.

Guarizo: – Quando ele perde o tempo da bola, desequilibra, e a bola ia sobrar para o de vermelho com domínio, ok? Aí essa queda acaba calçando o adversário e causando a infração. O pênalti está confirmado.

Masseira: – Ele tenta chutar a bola com a perna direita e perde o equilíbrio. Tenta chutar a bola e cai.

Guarizo: – É uma disputa por espaço, não tem falta.

Klein: – Ok, está confirmado.

Foto: Reprodução

O lance ocorreu aos 36 minutos da segunda etapa. Bruno Henrique superou a defesa de Lucas Calegari na corrida e adentrou a área. O lateral acabou caindo e, no desenrolar da queda, acabou se enroscando com o atacante do Flamengo. Dessa forma, o pênalti foi incontestável. Na cobrança, aos 41 minutos, Pedro mandou a bola para o fundo das redes, garantindo a vitória rubro-negra.

Devido ao incidente envolvendo Bruno Henrique, o treinador do Fluminense, Fernando Diniz, manifestou sua indignação, protestando veementemente e sendo expulso logo após o gol de Pedro. Além disso, após o clássico, o técnico solicitou a palavra para criticar severamente a arbitragem, afirmando que o juiz foi determinante para o desfecho da partida.

Além da penalidade cometida sobre Bruno Henrique, outro lance do clássico gerou reclamações, porém, vindas do lado do Flamengo. Ao final do primeiro tempo, Paulo Henrique Ganso agarrou David Luiz três vezes. Surpreendentemente, a arbitragem não assinalou o pênalti e o árbitro Klein nem mesmo recorreu ao VAR para revisar a jogada.

Embora os torcedores do Flamengo aguardem ansiosamente a opinião dos assistentes do VAR, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não liberou o áudio desse lance em particular. Espera-se que a jogada seja disponibilizada no site da entidade ao longo desta semana.