Liverpool pode ajudar o Internacional a receber quantia milionária

Alisson e Salah comemorando durante jogo do Liverpool (Foto: REUTERS/Phil Noble)
Banner Stake

Alisson Becker é um dos maiores goleiros da história do Liverpool, figura entre os principais nomes dos gols da seleção brasileira e ganhou muito destaque sendo revelado pelo Internacional de Porto Alegre, quando saiu do clube e foi para a Roma, da Itália.

Ao longo dos anos, Alisson foi ganhando cada vez mais destaque na meta da seleção brasileira e do Liverpool, por isso que, desde o início dos 8 anos de trabalho de Tite na seleção brasileira, Alisson tem sido o titular incontestável, mesmo com Ederson como primeiro reserva, por exemplo.

Revelado pelo Internacional, Alisson consegue reverter uma quantia interessante para o colorado toda vez que ele é vendido para um novo clube, isso porque a Fifa estabeleceu uma política ao qual o clube revelador do atleta seja recompensado com uma porcentagem da venda.

De acordo com o valor de mercado de Alisson, fixado em 28 milhões de euros pelo Transfermarkt, o Internacional teria direito a receber 5% desse valor através do mecanismo de solidariedade da FIFA, caso Alisson seja vendido pelo Liverpool por esse valor. Esse percentual equivaleria a 1,4 milhões de euros, o que corresponde a aproximadamente R$ 8,5 milhões.

Claro que hoje em dia seria impossível cravar que Alisson sairá do Liverpool, ele é titular incontestável e muito querido pela torcida do clube Inglês, apesar de suas atuações serem contestadas dentro da seleção brasileira.

Qual o próximo jogo da seleção brasileira?

A seleção brasileira volta a jogar nesta terça-feira (2) contra a Colômbia em busca da primeira colocação do grupo D da Copa América.

A Colômbia soma dois jogos e duas vitórias e vem como uma das grandes favoritas por esse título. O Brasil está com 4 pontos em segundo colocado e pode perder a posição para a Costa Rica, com 1 em terceiro. O jogo definirá os confrontos das quartas de final.

Passando em primeiro, o Brasil enfrenta o Panamá, que foi o segundo colocado do grupo C. Caso passe em segundo, o confronto será o clássico contra a forte seleção do Uruguai, que classificou em primeiro no grupo C.