Dirigentes do Flamengo viajam para a Europa em busca de 2 reforços

Marcos Braz e Bruno Spindel (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Banner Stake

A janela de transferências do meio do ano está prestes a abrir, e neste cenário, o Flamengo se movimenta em busca de reforços. Por este motivo, Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Rubro-Negro, e Bruno Spindel, diretor executivo, vão até a Europa para tocar presencialmente as negociações.

Em entrevistas públicas, Marcos Braz já deu declarações de que o desejo da diretoria é garantir entre dois e três reforços nesta janela de transferências, e um deles já está bem encaminhado: Marcos Antônio, da Lazio, da Itália.

Já as outras duas posições não têm nomes definidos – ao menos publicamente, mas há prioridade no radar: um lateral-direito e um ponta (pedido de Tite). De olho na viagem, os dirigentes sequer vão estar com a delegação rubro-negra no jogo contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira (3), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Um dos destinos dos dirigentes é Londres, na Inglaterra, justamente na tentativa de selar, definitivamente, a contratação de Marcos Antônio. A ideia é que tudo já se resolva e a situação seja concluída antes do dia 10 de julho, quando a janela de transferência abre. De acordo com o ‘GE’, Marcos Braz e Bruno Spindel vão viajar separadamente – e para países diferentes.

Situação de Marcos Antônio

A contratação de Marcos Antônio está bem encaminhada, e as partes estão acertadas para um empréstimo de um ano. O jogador de 24 anos já aceitou as condições, e agora, os dirigentes vão tentar resolver as pendências acerca da obrigação de compra.

O Flamengo não aceitou a proposta de obrigação de compra caso Marcos Antônio atuasse em 50% dos jogos durante o contrato de empréstimo, e o objetivo é definir quais serão as cláusulas para a meta. Titularidade, 45 ou 90 minutos em campo. O valor da compra também não está acertado, mas deve girar entre 5 e 6 milhões de euros, cerca de R$ 30,4 a R$ 36,4 milhões na cotação atual.